Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petróleo despenca 5,2% em Nova York, a US$ 94,95 o barril

Os preços do petróleo caíram 5,2% nesta quarta-feira em Nova York, afastando-se da barreira simbólica dos 100 dólares o barril, em um mercado fortemente afetado pela alta do dólar.

O barril de “light sweet crude” (WTI) para entrega em janeiro perdeu 5,19 dólares para fechar em 94,95 dólares no New York Mercantile Exchange (Nymex).

“Tínhamos avançado bastante ontem com base em falsos rumores. Hoje damos marcha ré. A Europa e o euro pesam muito”, destacou Matt Smith, da Summit Energy (grupo Schneider Electric).

“Há uma falta total de confiança em relação ao sistema financeiro”, insistiu, citando a alta do dólar, que alcançou um pico ante o euro desde o mês de janeiro.

Confrontados com a crise da dívida na Europa e pela preocupação dos mercados que consideram que o plano europeu de novo pacto de estabilidade carece de precisões, os investidores dão as costas ao euro e se refugiam no dólar.

Como o barril de petróleo está cotado em dólares, para os investidores que possuem outras moedas o petróleo nova-iorquino torna-se menos atrativo quando o dólar fica mais caro.