Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petróleo cai 1,4% e fecha no menor nível do ano

Por Álvaro Campos

Nova York – Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em queda nesta segunda-feira, atingindo o menor nível do ano, abaixo de US$ 95,00 o barril. A commodity foi pressionada pelos temores sobre uma possível saída da Grécia da zona do euro e pelo aumento na oferta global.

O contrato do petróleo WTI para junho perdeu US$ 1,35 (1,4%), a US$ 94,78 o barril, o menor nível desde 19 de dezembro do ano passado. O contrato fechou em queda em oito das últimas nove sessões, acumulando perda de US$ 11,38 (10,7%). Na plataforma ICE, o petróleo do tipo Brent perdeu nesta segunda-feira US$ 0,69 (0,6%), fechando a US$ 111,57 o barril.

Na Grécia, os líderes dos principais partidos políticos não conseguiram chegar hoje a um consenso para formar um governo de coalizão, apesar da proposta do presidente do país de se criar um governo tecnocrata. Eles devem se reunir novamente na terça-feira para uma última tentativa de acordo.

Os problemas na Europa fizeram o dólar subir para o maior nível em relação ao euro desde janeiro, o que é prejudicial para o petróleo, que é denominado na moeda norte-americana e assim se torna mais caro para compradores que usam outras divisas.

Enquanto isso, os estoques de petróleo nos EUA estão no maior nível em 22 anos, à medida que a oferta continua a crescer. Além disso, a Arábia Saudita tem afirmado que os preços da commodity estão muito altos e que deve aumentar sua produção para tentar derrubar esses valores.

Traders afirmam que o WTI pode estar se aproximando de uma marca crítica, a US$ 92,50 o barril. Se o petróleo cair abaixo desse nível, pode se dirigir para US$ 85,00, nível que não é visto desde outubro do ano passado. Na semana passada, gestores de recursos reduziram suas posições compradas de petróleo na Nymex em 33%, colaborando para a queda dos preços. As informações são da Dow Jones.