Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Petrobras volta ao azul após três trimestres de prejuízos

Lucro da estatal no segundo trimestre foi de 370 milhões de reais, resultado bem abaixo da projeção de analistas

Por Da redação - Atualizado em 11 ago 2016, 19h16 - Publicado em 11 ago 2016, 18h59

A Petrobras reportou nesta quinta-feira um lucro líquido de 370 milhões de reais no segundo trimestre, montante 30,3% menor que o do mesmo período do ano passado. O resultado ocorreu em meio a grandes despesas relacionadas a um programa de demissões voluntárias e a um reajuste no preço de ativos do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

Com o anúncio, a companhia voltou ao azul após três trimestres consecutivos de perdas. Ainda assim, o ganho ficou bem abaixo do esperado por analistas. Segundo a média das projeções compiladas pela agência Reuters, o ganho seria de 2,6 bilhões de reais.

Em relação às receitas, houve um aumento de 25% em relação ao trimestre anterior, para 29,6 bilhões de reais. A empresa informou também que o aumento do preço do petróleo teve impacto nos seu lucro bruto, que subiu 183% na mesma comparação, para 8 bilhões de reais. Este item foi impactado pela redução nas vendas de gasolina no país, mas compensado pelo aumento na exportação de petróleo e derivados no exterior.

Leia também:
Twitter nega rumores de que seria fechado em 2017
Temer diz que retomar obras de infraestrutura custará R$ 1,8 bi

A Petrobras informou que sua dívida bruta total caiu 19% em seis meses, para 397,7 bilhões de reais, principalmente por causa da valorização do real no período. A petrolífera é uma das empresas mais endividadas do mundo.

Publicidade

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda ajustado) somou 20,31 bilhões de reais, acima dos 19,77 bilhões de reais do segundo trimestre de 2015.

(Com Reuters)

Publicidade