Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras vai abrir PDV para reduzir quadro de empresas à venda

Medida, que já foi aprovada pela direção da estatal, reforça estratégia da companhia de reduzir seu tamanho

A Petrobras planeja um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para a BR Distribuidora, que será estendido aos funcionários de todas as subsidiárias colocadas à venda. De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o plano já foi aprovado pela diretoria executiva, mas ainda depende de aval do conselho de administração.

Este será o segundo PDV realizado pela petroleira este ano. Com o primeiro, a estatal espera desligar até 12.000 funcionários e economizar 33 bilhões de reais em quatro anos.

Desde dezembro de 2013, antes da Operação Lava Jato, a Petrobras já cortou mais de 150.000 postos de trabalho, entre funcionários próprios, terceirizados e também empregados da construção civil em suas obras. Atualmente, a empresa trabalha com 276.000 empregados, sendo apenas 78.000 próprios. Há três anos, o total chegava a 440.000.

Decisão de abrir novo PDV para as empresas a serem vendidas foi informada pelo diretor de Refino e Gás Natural, Jorge Celestino Ramos, em comunicado interno. De acordo com o documento, o programa “será automaticamente lançado em todos os ativos que venham a ser objetos de parceria ou desinvestimento”.

Leia também:
Temer veta 100% de capital estrangeiro em aéreas brasileiras
Votação da meta fiscal de 2017 será na próxima terça

O diretor financeiro Ivan Monteiro, responsável pelo modelo de venda, escreveu aos trabalhadores. “Sei que esta decisão provoca apreensão”, diz trecho da carta, carregada de elogios aos resultados da “força de trabalho”. “Momentos de mudança no mercado demandam soluções novas”, completa.

(Da redação)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Napoleao Gomes

    Que tal começarem pelos corruptos como Pedro Parente? Corja de corruptos!

    Curtir

  2. Cesar8002UTB

    Ver a Petrobras nesse estado é triste.

    A sociedade devia saber o quanto a distribuidora é importante para o país em todos os sentidos.

    Curtir

  3. Triste é ver que a Petrobrás serve a um antro de políticos e nada mais! O Gasolina, além de ser batizada com álcool e água, é a mais cara do mundo, justamente porque alimenta a classe política há décadas. Deveria ser privatizada, ainda mais depois que o petê passou por lá e deixou a empresa sem nada. O “petróleo” nunca foi nosso, sempre foi dos políticos. Essa é a verdade

    Curtir

  4. Me parece uma conta Bem simples, segundo a reportagem a Petrobras Demitiu 12.000 pessoas ano passado, e sinceramente nao houvi falar que faltou gasolina, Diesel ou Etanol nas Bombas, logo havia excesso de pessoal, e mesmo apos desligar estas 12.000 pessoas, ainda tem PDV em vista, vai ter excesso de gente assim longe. Demite e vira uma empresa normal, acho que apenas assim a gasolina baixa de preço.

    Curtir

  5. carlos agostinho malschik

    O normal nas empresas estatais e órgãos do serviço público é darem ênfase à atividade meio em detrimento da atividade fim. Nenhum político coloca seus “apadrinhados ” para “pegar no batente”, até porque é na atividade meio que estão os melhores salários/vencimentos.

    Curtir

  6. O governo não tem competência para administrar nem carrinho de pipocas… Tem que privatizar mesmo.

    Curtir

  7. Isso é que é administrar o bem público…Valeu Parente !!..

    Curtir

  8. Sérvulo Wilson Correa

    A Petrobras representa, no final das contas, um desserviço ao país. Combustível caro e de baixa qualidade, corrupção e cabide de afilhados políticos. O PT passou a régua e acabou com a parte que funcionava.

    Curtir

  9. luiz oliveira santos

    A Petrobras sempre foi a energia dos políticos corruptos, do tamanho ideal para todo tipo de falcatrua e jogar seu produto de péssima qualidade no mercado. Seu slogan sempre foi uma enganação gasolina de péssima qualidade e preços absurdos ; é preciso passar o Brasil a limpo.

    Curtir