Clique e assine a partir de 8,90/mês

Petrobras sobe 7% e ajuda Bovespa a fechar no azul

Reação dos preços do petróleo na quarta-feira e especulações sobre uma possível substituição de Graça Foster por Henrique Meirelles beneficiaram ações petroleira

Por Da Redação - 15 jan 2015, 18h36

A Bovespa interrompeu quatro sessões seguidas de queda e fechou em alta nesta quinta-feira, conduzida pela disparada das ações da Petrobras, que ajudaram a impulsionar os ganhos da bolsa. No fim do dia, o Ibovespa terminou em alta de 0,80%, aos 48.026,31 pontos. O volume de negócios alcançou 7 bilhões de reais.

As ações ordinárias da Petrobras (ON, com direito a voto) fecharam em forte alta de 8,82% e as preferenciais (PN, sem direito a voto), de 6,86%. O avanço dos papéis da petroleira é atribuído a diversos fatores, como a arrancada dos preços do petróleo na quarta-feira e especulações sobre uma possível substituição de Graça Foster por Henrique Meirelles na presidência da estatal.

Também repercutiu a confirmação da estatal de que divulgará o balanço não auditado no dia 27 de janeiro se o Conselho de Administração aprovar. “Há muita especulação com Petrobras. Dados de produção e repiques do petróleo ajudam, mas boa parte dos investidores ainda aguarda a poeira baixar”, ponderou o gerente de renda variável da Fator Corretora, Frederico Lukaisus.

No exterior, as bolsas de Nova York e o petróleo operaram em queda durante a tarde, e motivaram uma desaceleração de ganhos no mercado doméstico. A commodity foi pressionada pelo problema de excesso de oferta, enquanto os mercados acionários em Wall Street foram afetados por balanços piores que o esperado dos bancos Citigroup e Bank of America e dados mistos dos Estados Unidos.

Na Europa, uma aversão ao risco foi desencadeada por uma decisão política monetária do Banco Central da Suíça. A autoridade monetária anunciou que eliminou o limite de baixa para o euro em relação ao franco suíço, em 1,20, e reduziu a taxa de depósito para -0,75%, de -0,25%.

Continua após a publicidade

Leia mais:

Caixa confirma alta de juros imobiliários em 2015

Ações da Vale e Petrobras despencam e puxam Ibovespa

Fed reconhece que o petróleo mais barato não beneficia a todos

Dólar – A moeda americana subiu 0,80%, e terminou a 2,6422 reais na venda, após alcançar 2,5955 reais na mínima da sessão. “O dólar caiu muito recentemente, e o mercado começa a perguntar se tem fundamento para tanto”, disse o operador de câmbio da corretora B&T Marcos Trabbold, ressaltando também a ação de importadores, para quem as cotações se tornaram mais atraentes. Nos último cinco pregões até a véspera, o dólar havia recuado 3,04% sobre o real.

(Com Estadão Conteúdo e agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade