Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras pode aumentar preços de combustíveis

Segundo Graça Foster, presidente da empresa, aumento depende do cenário internacional de petróleo

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, disse que a companhia poderá aumentar os preços dos combustíveis, caso os custos do petróleo pressionem as finanças da companhia. Ela participou audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira.

Atualmente, a Petrobras trabalha com um custo de US$ 119 por barril, enquanto, ressaltou, existem previsões de mercado com o preço em até US$ 130 por barril. Maria das Graças disse ainda que a Petrobras precisa pagar dividendos a investidores, salários a funcionários e manter um programa pesado de investimentos, que deve somar 88 bilhões de reais em 2012.

Indagada sobre os problemas com vazamento de combustíveis, Foster disse que se não houvesse disciplina nessa questão, a empresa deixaria de poder operar. Ela explicou que antes pequenos vazamentos de petróleo não eram mesmo contabilizados, mas passaram a ser monitorados, independentemente da quantidade.

“Em todo vazamento, seja de um litro, o cara que deixou vazar tem que pegar o telefone e ligar pra mim. Esse tempo eu abro na minha agenda”, afirmou a presidente, acrescentando que as explicações são depois apresentadas para a diretoria.

Foster destacou na reunião com os parlamentares que a empresa tem conquistado importantes taxas de sucesso exploratório, na média de 59% em 2011, sendo que índices acima de 38% já são bons. Na região do pré-sal, ele bate 94%. Quanto à queda no lucro da petroleira, a presidente disse que o câmbio, aumento do preço internacional do petróleo e a necessidade de importação de combustível afetaram os resultados da companhia.

(Com Agência Estado)