Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras faz lucro do BNDES cair 35,8% no 1º semestre

Não pagamentos de dividendos da estatal impactou balanço do banco de fomento, que detém 17,24% das ações da empresa

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro líquido de 3,51 bilhões de reais no primeiro semestre de 2015, 35,8% abaixo dos 5,47 bilhões de reais anotados nos seis primeiros meses de 2014, informou nesta sexta-feira a instituição de fomento.

Segundo o BNDES, a redução no lucro semestral é consequência da queda no resultado com participações societárias, de 3,59 bilhões de reais. O destaque negativo refere-se à participação do BNDES na Petrobras. “A queda foi motivada por fatores alheios à gestão do BNDES. A principal causa foi a ausência de distribuição de dividendos pela Petrobras no primeiro semestre deste ano. Nos primeiros seis meses de 2014, o BNDES havia obtido receita de dividendos e juros sobre capital próprio da Petrobras de 1,84 bilhão de reais, que não se repetiu em 2015”, diz o BNDES, em nota.

LEIA TAMBÉM:

CPI do BNDES vai ouvir Luciano Coutinho no dia 20

Crédito do BNDES para empresas recua 0,3% em junho

A participação total do banco de fomento na estatal é de 17,24% no capital, que encerrou o primeiro semestre avaliada em 29,70 bilhões de reais. O valor da participação caiu 21,8% em relação aos 37,97 bilhões de reais verificados no encerramento do primeiro semestre de 2014.

Outro fator que impactou negativamente foi a provisão para perdas no valor de 1,15 bilhão de reais. No ano passado, esse montante era de 336 milhões de reais.

Pelo lado positivo, o principal fator de contribuição para o lucro do primeiro semestre deste ano foi o aumento do resultado de intermediação financeira, ou seja, as operações de crédito, que alcançaram 9,29 bilhões de reais nos seis primeiros meses do ano, valor 54,9% superior ao registrado em igual período de 2014.

(Com Estadão Conteúdo)