Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras estuda programa para capitalizar fornecedores

RIO DE JANEIRO, Dez (Reuters) – A fim de garantir a contratação de bens e serviços para a exploração de petróleo do pré-sal, a Petrobras está concebendo um programa para ajudar a capitalização de seus fornecedores de pequeno e médio porte, disse nesta terça-feira o diretor financeiro da estatal, Almir Barbassa

“Queremos incentivar essa indústria, trazer mais capital para o Brasil. A idéia é tentar aproximar empresas brasileiras que precisam de capital e as fontes desse capital, que são fundos que tem intenção de ter participação acionária. Estamos estudando formas de fazer a aproximação”, declarou ele a jornalistas.

“Nós queremos reduzir nossos riscos e aumentar a competitividade da indústria de petróleo”, complementou.

O novo programa, segundo ele, pode ser lançado já em 2012. “A Petrobras pode aproximar essas partes e não quer dizer que seremos investidores. A maneira de se fazer isso está em estudo e vamos anunciar em breve”, afirmou.

Barbassa disse que vem sendo procurado por fundos de investimento do Brasil e do exterior e também por investidores, que querem aportar recursos nos fornecedores da Petrobras e capitalizá-los para atender a demanda da estatal.

“Nós estamos pensando em desenvolver alternativas para facilitar esse casamento no estilo do Progredir, que é um casamento entre a necessidade da empresa com menor acesso de crédito e as instituições financeiras”.

Em 2011 a Petrobras lançou um outro programa para ajudar seus fornecedores de menor porte, o Progredir, onde as empresas levantam empréstimos bancários utilizando como garantia seu contrato de fornecimento de bens e serviços firmado com a estatal.

Segundo o presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, o Progredir já proporcionou uma movimentação de 990 milhões de reais, que totalizam mais de 220 operações. Outras 108 operações do Progedir estão em análise.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier, Sabrina Lorenzi e Leila Coimbra)