Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Petrobras diz que não tomou decisão sobre venda de ativos na Argentina

No país, a companhia tem refinarias, gasodutos, ativos de geração elétrica e uma rede de distribuição de combustível

Por Da Redação - 4 abr 2013, 19h20

A Petrobras afirmou nesta quinta-feira, em comunicado, que não tomou nenhuma decisão sobre a possibilidade de vender seus ativos na Argentina ou na Nigéria, como tem sido especulado nos últims dias. A empresa desmentiu que estaria vendendo metade da Petrobras Argentina ao grupo argentino Índalo por 900 milhões de dólares.

Na nota, a Petrobras lembrou que, em seu plano de negócios para o período 2013-2017, está previsto o investimento de 9,9 bilhões de dólares em projetos no Brasil e no exterior. Na Argentina, a petrolífera tem a refinaria de Bahía Blanca, uma série de gasodutos e de ativos de geração elétrica e uma rede de distribuição de combustível. A Petrobras também é acionista da Refinor, refinaria localizada no norte do país.

Em março do ano passado, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, afirmou que os rumores ‘contraditórios’ que envolviam as negociações da empresa contribuíram para dificultar as negociações da venda de parte de seus ativos no país vizinho. Há especulações, também, sobre a venda de poços petrolíferos na Nigéria – a companhia brasileira investiu 4 bilhões de dólares na África entre 2003 e 2010 – embora a Petrobras não confirme

Leia mais:

Publicidade

Alta do dólar prejudicou política de preços da Petrobras, diz Graça

Problemas de caixa da Petrobras começam a contaminar fornecedores

Venda de refinaria da Petrobras nos EUA sobe no telhado

Publicidade