Petrobras aumenta preço médio da gasolina em 2,8% nas refinarias

Foi o primeiro reajuste desde 29 de setembro no combustível e diesel também subiu; produto é sensível ao valor do dólar, que bateu R$ 4,20 na segunda-feira

Por da Redação - 19 nov 2019, 09h21

A Petrobras anunciou nesta terça-feira, 19, reajuste de 2,8% no preço da gasolina nas refinarias. Foi o primeiro aumento em um mês e meio.  Também houve reajuste de 1,2% no preço do óleo diesel, que não subia desde 1º de novembro.

Com o reajuste de cerca de 5 centavos, o preço médio da gasolina está agora em aproximadamente de 1,84 real por litro, maior valor desde o final de maio (1,95 real). Já o diesel passará a custar 2,22 reais por litro.

A Petrobras decide sobre os preços dos combustíveis com base em fatores como a cotação internacional do petróleo e o câmbio, sistema em vigor desde setembro do ano passado. Na segunda-feira, o dólar fechou numa máxima recorde, acima de 4,20 reais na venda. No acumulado de novembro, a moeda havia subido até o fechamento de segunda-feira 4,91%, mais do que anulando a queda de outubro (-3,52%) e a caminho da maior valorização mensal desde agosto (+8,51%).

O repasse do preço da gasolina ao consumidor final depende tanto das distribuidoras como dos postos de combustível. Segundo a companhia, o valor da gasolina na refinaria equivale a 25% do total. Outros 16% são da distribuidora e dos postos, e 59%, de imposto.

Publicidade

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio da gasolina cobrado nos postos era de 4,407 reais por litro, na última semana. O valor teve majorações consecutivas nas últimas três semanas e acumula uma alta de 0,66% no período.

(com Reuters)

Publicidade