Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras anuncia redução de 37% em investimentos

Estatal tem enfrentado dificuldades financeiras por causa dos desdobramentos da Operação Lava Jato e da baixa no preço do petróleo

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira que planeja investir 130,3 bilhões de dólares entre 2015 e 2019, o que equivale a uma queda de 37% em relação ao seu Plano de Negócios e Gestão 2014-2018, que previa investimentos da ordem de 206,8 bilhões de dólares.

A estatal reduz sua projeção de investimentos em um momento de baixa no preço do petróleo no mercado internacional e após ter sido envolvida em um escândalo bilionário de corrupção apurado na Operação Lava Jato.

A companhia também prevê elevar a produção de petróleo no Brasil até 2020 para 2,8 milhões de barris por dia (bpd), bem abaixo dos 4,2 milhões de bpd estimados no plano anterior. A produção em 2015 deve ficar em cerca de 2,1 milhões de bpd.

A estatal informou ainda que pretende vender ativos neste e no próximo ano acumulando um montante de 15,1 bilhões de dólares, ante uma estimativa anterior de 13,7 bilhões de dólares. O novo plano também prevê “esforços em reestruturação de negócios, desmobilização de ativos e desinvestimentos adicionais, totalizando 42,6 bilhões de dólares em 2017/2018”.

Em relação aos investimentos, o setor de Exploração e Produção ficará com 83% dos investimentos, que representa uma soma de 108,6 bilhões de dólares. “Na atividade de exploração no país, os investimentos estão concentrados no Programa Exploratório Mínimo de cada bloco”, disse a companhia.

Do total de investimentos em E&P, 86% serão alocados para desenvolvimento da produção, 11% para exploração e 3% para suporte operacional.

A carteira de investimentos prioriza projetos de exploração e produção de petróleo no país, com ênfase no pré-sal, informou a empresa.

Nas demais áreas de negócios, os investimentos serão usados basicamente para a manutenção das operações e para projetos relacionados ao escoamento da produção de petróleo e gás natural.

Reagindo à divulgação dos números, as ações da Petrobras subiam na Bolsa de Valores de São Paulo, após terem registrado queda na abertura do pregão.

(Com agência Reuters)

Leia também:

BNDES não poderá mais conceder empréstimos para a Petrobrás

Cunha: ‘Congresso corrigirá obrigatoriedade da Petrobras no pré-sal’