Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Petrobras amplia perdas enquanto NY se prepara para nova subida

Abertura de mercado: A notícia de que a queda pode continuar é ainda mais amarga para a Faria Lima porque ela contrasta com a euforia vivida em Wall Street

Por Tássia Kastner
16 Maio 2024, 08h26

A decisão do governo de trocar o comando da Petrobras deve continuar pesando sobre as ações brasileiras nesta quinta-feira. Os recibos de ações da estatal negociados em Nova York recuam mais de 1% nesta manhã, ampliando as perdas dos investidores da companhia. Ontem, o Ibovespa caiu 0,28%, pouco em relação ao tombo de mais de 6% das ações da Petro.

A notícia de que a queda pode continuar é ainda mais amarga para a Faria Lima porque ela contrasta com a euforia vivida em Wall Street. A divulgação de que a inflação oficial cedeu mais do que esperado, para 3,4% ao ano, ajudou a impulsionar as ações americanas para recordes.

A quinta-feira tem uma agenda fraca de indicadores aqui e nos Estados Unidos. Lá fora, o principal dado são de pedidos semanais de seguro-desemprego, um número de alta frequência que ajuda na leitura sobre a solidez do mercado de trabalho em meio à inflação elevada. Ainda assim, salvo solavancos muito surpreendentes, ele não chega a influenciar nos preços dos ativos. O mercado financeiro deve se concentrar, então, nos discursos de dirigentes do Fed, que tendem a comentar os indicadores mais recentes e como estão avaliando o cenário econômico.

O viés nos EUA é mais uma vez positivo, com os futuros americanos apontando para novas máximas. Já as bolsas europeias operam majoritariamente em queda após a subida firme da véspera, sem que um indicador em especial justifique a retração. Um relatório do Banco Central Europeu divulgado nesta manhã indica que a economia do bloco deixou o risco de recessão para trás, ainda que o cenário geopolítico ainda possa ter reflexos sobre a região.

Agenda do dia

9h30: EUA divulgam pedidos de auxílio-desemprego da semana até 11/05
10h15: FGV publica monitor do PIB de março
10h15: Fed divulga produção industrial americana de abril
10h30: Haddad participa de reunião com Lula, Padilha e Rui Costa
11h: Michael Barr (Fed) testemunha perante comitê do Senado
11h30: Patrick Harker (Fed/Filadélfia) participa de conferência
13h: Loretta Mester (Fed/Cleveland) participa de evento
13h30: Fazenda publica Boletim Macrofiscal de maio
16h30: Raphael Bostic (Fed/Atlanta) participa de evento
23h: China divulga produção industrial de abril

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.