Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pedidos de falência caem 8,9% no acumulado do ano

Por AE

São Paulo – O número de falências requeridas nacionalmente aumentou 28,4% em outubro em relação ao mês anterior, informou hoje a Boa Vista, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). No entanto, na comparação anual e no acumulado do ano, houve quedas: foram 14,1% pedidos a menos ante outubro do ano passado e 8,9% a menos nos dez primeiros meses de 2011 em relação ao mesmo período de 2010. Em relação às falências decretadas, houve queda de 4,4% em outubro na comparação com setembro, alta de 25% ante outubro de 2010 e elevação de 3,1% no acumulado deste ano em relação ao mesmo período de 2010.

Segundo a Boa Vista, os pedidos de falência no acumulado de 2011 estão em queda desde agosto. “As medidas restritivas que afetaram a inadimplência dos consumidores têm tido pouco efeito sobre os indicadores de falência. As vendas e o emprego em alta têm contribuído para a manutenção de um cenário favorável para o caixa das empresas”, afirma a empresa, em nota.

Ainda de acordo com a Boa Vista, as empresas nacionais podem passar por dificuldades caso as condições de emprego e renda se modifiquem, influenciados pelas incertezas do cenário econômico internacional. “A inflação ainda persistente pode diminuir o poder de compra dos consumidores e diminuir a capacidade de pagamento das empresas, mas a proximidade do fim de ano mantém o comércio aquecido e deve colaborar para o fechamento de 2011 com recuo nos pedidos falências sobre 2010.”

Os pedidos de recuperações judiciais tiveram elevação de 26,9% em outubro ante setembro e, na comparação com outubro de 2010, a alta chega a 83,3%. No acumulado do ano, houve queda de 15%. As recuperações judiciais deferidas, por sua vez, aumentaram 10,7% ante setembro, apresentaram queda de 22,5% na comparação com outubro de 2010 e mostram alta de 1,1% no acumulado de 2011.