Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Parlamento alemão decide ratificar pacto fiscal da UE

Acordo prevê um imposto sobre transações financeiras, com o objetivo de levar maior disciplina orçamentária para a União Europeia

Por Da Redação 7 jun 2012, 08h09

Os partidos que integram o governo da Alemanha e a oposição social-democrata e verde chegaram a um acordo para a ratificação do pacto fiscal da União Europeia (UE) no Bundestag (câmara baixa do Parlamento) que prevê a introdução de um imposto às transações financeiras. O objetivo é levar maior disciplina orçamentária para a União Europeia.

O pacto forma o compromisso do governo alemão de defender a introdução do imposto no maior número de países possíveis, conforme disseram parlamentares nesta quinta-feira. Esse acordo foi alcançado ante a possibilidade de que nem todos os países da UE apoiem a introdução do imposto.

Os partidos da coalizão de Merkel – democratas-cristãos, social-cristãos bávaros e liberais – e a oposição estão de acordo também de que essa taxa deveria afetar todos os instrumentos financeiros possíveis. Para que seja aprovado no parlamento alemão, Merkel precisará de apoio da oposição para conseguir maioria de dois terços.

A coalizão de Merkel é majoritária no Bundestag, mas não tem essa maioria. Já no Bundesrat, a câmara alta, os sociais-democratas e verdes ostentam uma maioria que obriga a chanceler Angela Merkel a negociar qualquer ratificação de seus projetos de lei.

(com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade