Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para ministro alemão, advertência da S&P é chamado para que cúpula da UE atue

Viena, 6 dez (EFE).- O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, manifestou nesta terça-feira em Viena que a advertência da agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) sobre um possível rebaixamento da nota da zona do euro é um chamado para que os líderes europeus façam ‘o necessário’ na próxima cúpula.

‘É o melhor chamado aos chefes de governo (da União Europeia) a fazer o que nos prometeram, ou seja, tomar as decisões necessárias’, apontou o ministro alemão em uma conferência sobre o futuro da Europa.

‘Todos os países devem reduzir seu déficit passo a passo. O mais importante é conseguir convencer os mercados de que todos os países da zona do euro estão cumprindo suas obrigações sobre o déficit e realizando uma redução da dívida’, acrescentou Schäuble.

‘O princípio deve ser claro, os limites (de déficit e dívida) devem ser cumpridos por todos os países-membros (da zona do euro)’, afirmou o ministro alemão.

Schäuble defendeu a realização de emendas ao Tratado da UE, para que sejam incluídas regras financeiras e orçamentárias mais rígidas.

Questionado sobre o que seria um acordo ideal, o ministro declarou que o mais importante é ‘iniciar a união de estabilidade, para a qual será necessária uma modificação limitada do Tratado a prazo curto’. EFE