Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Para ‘FT’, Banco Cruzeiro do Sul é história de terror

'Credores crucificados', diz título do texto do veículo econômico britânico

Por Da Redação
22 ago 2012, 09h41

“O Banco Cruzeiro do Sul é o tipo de história de terror que todo regulador deveria ter medo”, diz o site do jornal britânico Financial Times (FT) sobre o caso o envolvendo o banco brasileiro. Segundo a publicação, os credores do bancos estão crucificados – trocadilho em alusão ao nome Cruzeiro.

Para o FT, apesar de pequeno e sistematicamente irrelevante, a negligência flagrante cometida nos livros de contabilidade do banco é o tipo de coisa que pode gerar desconfiança em todo um sistema.

Leia também:

FGC anuncia rombo 139% maior no Cruzeiro do Sul

BC decreta intervenção no Banco Cruzeiro do Sul

Continua após a publicidade

O Fundo Garantidor de Crédito (FGC) informou recentemente que elevou em quase 139% o rombo estimado no Banco Cruzeiro do Sul. Após uma série de ajustes patrimoniais, como, por exemplo, um novo cálculo das provisões para cobrir calotes e processos judiciais, além de créditos consignados fictícios; o prejuízo estimado saltou de um valor inicialmente contabilizado em 1,3 bilhão de reais para 3,11 bilhões de reais.

Com essa nova cifra, o patrimônio do banco, que era de 1,15 bilhão de reais fica negativo em 2,23 bilhões de reais. “Fizemos todo o levantamento possível, trabalhamos exaustivamente na verificação de cada linha do balanço e chegamos a um ajuste total de R$ 3,110 bilhões”, disse Celso Antunes, indicado pelo FGC para assumir a direção do Cruzeiro do Sul.

Para cobrir esse buraco, O FGC pagará entre 35% e 60% do valor de face dos papéis que estão na mão de credores, mais capitalização de juros, dependendo do ano de vencimento. Nada mal receber 35% de um bond que vence em 2020, sem garantias, de um banco sob intervenção cuja fraude é estimada em bilhões.

Porém, o ‘FT’ conclui que, apesar da periclitante situação dos credores, não há motivo para preocupações em relação ao sistema financeiro brasileiro.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.