Clique e assine a partir de 9,90/mês

Para diretor do fundo de resgate, crise na Eurozona vai durar mais 2 anos

Por Da Redação - 2 Sep 2012, 10h26

O diretor do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), o alemão Klaus Regling, afirma estar convencido de que a crise na Eurozona pode ser solucionada em um ou dois anos, se os países respeitarem seus compromissos orçamentários. As declarações foram dadas à revista alemã Der Spiegel.

Klaus Regling destacou que o FEEF cumpriu bem sua missão de fundo de resgate durante a crise. “Se não estivéssemos aqui, Portugal e Irlanda não estariam mais na zona do euro”, disse.

O FEEF, implementado há três anos e com capacidade máxima de créditos de 440 bilhões de euros, será substituído por um fundo permanente, o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE), dotado com 500 bilhões.

(Com agência France-Presse)

Publicidade