Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Para acalmar investidores, LLX negocia mudanças de contrato com a OSX

A empresa tenta tranquilizar acionistas diante dos rumores que a empresa naval de Eike entrará com pedido de recuperação judicial nesta quarta-feira

Por Da Redação 6 nov 2013, 13h03

Em meio aos rumores de que a OSX vai entrar com pedido de recuperação judicial nesta quarta, a empresa de logística LLX tentou tranquilizar seus acionistas. A companhia divulgou nota afirmando que está em discussões avançadas para alterar os acordos assinados com a OSX Construção Naval e suas afiliadas, para “atender aos interesses da companhia e ao desenvolvimento do Superporto do Açu”.

“A LLX informa que manterá seus acionistas e o mercado em geral informados acerca de eventuais desdobramentos relacionados ao assunto”, disse a empresa em comunicado. O mercado aguarda pedido de recuperação judicial da empresa de construção naval de Eike Batista nesta quarta-feira. Se os rumores se confirmarem, a OSX será a segunda companhia do grupo de Eike a pedir recuperação judicial em uma semana.

A LLX, criada por Eike Batista, teve seu controle assumido pela americana EIG em outubro, após acordo de investimento de até 1,3 bilhão de reais na companhia.

Empréstimos – Também nesta quarta, a OSX confirmou que fez um acordo com bancos para rolagem de empréstimo-ponte de 461 milhões de reais. Segundo fontes próximas ao assunto, a operação deu força para a companhia fazer um iminente pedido de recuperação judicial diante do peso de dívida de cerca de 5 bilhões de reais.

Segundo as fontes, os documentos para a recuperação judicial da OSX, do empresário Eike Batista, já estão prontos e o pedido junto à justiça do Rio de Janeiro pode ocorrer a qualquer momento.

Leia também:

FT: queda de Eike Batista constrange o governo Dilma

Continua após a publicidade

Lemann assume lugar de Eike no ranking dos bilionários da Bloomberg

Juiz encaminha processo da OGX ao Ministério Público

Em comunicado nesta quarta-feira, a OSX informou que sua subsidiária OSX Construção Naval renovou empréstimo-ponte de 461,4 milhões de reais com a Caixa e destinado à implantação da Unidade de Construção Naval no Porto do Açu, no Rio de Janeiro.

Segundo o texto, a renovação do empréstimo vale por doze meses a partir do vencimento original, em 19 de outubro deste ano. O contrato de garantia firmado com o Banco Santander S.A. também foi adiado pelo mesmo prazo.

Um outro empréstimo-ponte similar obtido pela mesma subsidiária junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) teve seu vencimento prorrogado em 15 de outubro por trinta dias e conta com garantia emitida pelo Banco Votorantim S.A.

A OSX tinha dívidas de 5,3 bilhões de reais até junho, com 1,1 bilhão de reais na Caixa Econômica Federal.

(com agência Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)