Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pãozinho deve ficar 10% mais caro em abril, diz associação

Escalada do dólar pressiona preço de um dos produtos mais consumidos pelos brasileiros

O pão francês, item indispensável na dieta dos brasileiros, deve ficar 10% mais caro até abril, afirmou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Panificação (Abip), José Batista. “O aumento é líquido e certo e deve acontecer a qualquer momento. Estamos esperando pela definição do repasse pelos moinhos”, afirmou Batista ao jornal O Globo. O aumento é efeito da recente escalada do dólar e afeta em cheio o trigo, já que metade da matéria prima é importada, principalmente da Argentina e do Paraguai.

A Associação Brasileira da Indústria de Massas Alimentícias e Pães (Abimapi) é a entidade que está negociado com o varejo as novas tabelas. Segundo a associação, pães de forma, massas e biscoito devem subir 8%.

Leia mais:

Prévia da inflação avança 7,9% em 12 meses até março, maior desde 2005

Além da elevação do preço das matérias primas, supermercados e padarias são pressionados pelo aumento da conta de luz e de outros produtos importados. Atualmente, 33% do custo do pãozinho, por exemplo, vêm da farinhas de trigo e 14% da energia. “Esses dois fatores combinados têm efeito atômico nos preços”, afirmou Batista. Segundo ele, os aumentos ainda não se refletiram nos preços, porque os moinhos ainda estão processando o trigo em estoque.