Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pão de Açúcar lança empreendimento com Cyrella

O Grupo Pão de Açúcar lança nesta semana o primeiro empreendimento imobiliário em parceria com uma incorporadora. A construção do Thera, uma torre com apartamentos residenciais, escritórios e um hotel, e ainda com uma loja de proximidade e uma drogaria da bandeira Extra na parte inferior do empreendimento, será de responsabilidade da Cyrella, em um terreno da varejista, no bairro do Butantã, em São Paulo.

“É uma estratégia para trazer um maior retorno ao ativo”, disse o vice-presidente de relações corporativas do Pão de Açúcar, Hugo Bethlem, após participar, em São Paulo, de evento sobre comunicação empresarial no varejo realizado pelo Centro de Excelência em Varejo da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Bethlem informou que a rentabilidade mínima do empreendimento é estimada em 20% para a companhia, e que virá da venda dos imóveis. “É uma permuta. O empreendedor constrói as unidades, no terreno do Pão de Açúcar, nós recebemos o equivalente a 20% do empreendimento e vendemos”, explicou.

Outros dois negócios estão em planejamento para a venda, ainda em 2011, em São Paulo. Um em Guarulhos, em parceria com a Helbor, em um terreno onde já se encontra um hipermercado Extra, e outro em Santo André, em um terreno com um supermercado Pão de Açúcar, em sociedade com a RFM Construtora.

A empresa já conta com um empreendimento na região do Jaguaré, em São Paulo, onde foram erguidas seis torres residenciais. “Todos esses projetos levam ao caminho de alavancar mais as vendas dos hipermercados”, disse. Segundo ele, outra vantagem é a divisão dos custos de construção. “Além de ampliar o retorno sobre o capital empregado, temos os moradores dos prédios como potenciais clientes”, destacou.

Bethlem evitou dar estimativas para os próximos anos de novos empreendimentos em razão das diferentes velocidades dos ciclos de construção do varejo e do ramo imobiliário. “Nós construímos um hipermercado em 120, 150, 180 dias, mas os imóveis levam entre 3 e 4 anos para ficarem prontos”, explicou. A área de desenvolvimento imobiliário do Pão de Açúcar é de responsabilidade da subsidiária GPA Malls & Properties, que conta com aproximadamente 1 milhão de metros quadrados de área com potencial construtivo.

(Com Agência Estado)