Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pão de Açúcar fecha 1º tri com vendas líquidas de R$ 12,1 bi

O crescimento foi de 11,8% em relação ao ano anterior. Este ano, o grupo planeja investir R$ 1,9 bilhões

O Grupo Pão de Açúcar fechou o primeiro trimestre com vendas líquidas de 12,147 bilhões de reais, segundo anunciou nesta quinta-feira. O crescimento foi de 11,8 % na comparação com igual período do ano passado.

No segmento alimentar (supermercados e hipermercados) o total de vendas foi 6,656 bilhões de reais, crescimento de vendas foi de 11,2 % no trimestre passado. Já na Viavarejo (ex-Globex e controladora das redes varejistas Casas Bahia e Ponto Frio), que atua nos segmentos de eletroeletrônicos e loja virtual as vendas somaram 5,491 bilhões de reais, aumento de 12,4%.

As vendas brutas do grupo totalizaram 13,66 bilhões de reais também no primeiro trimestre deste ano, um aumento de 10,4 por cento na comparação com o mesmo período do ano anterior, sendo 7,371 bilhões provenientes do segmento alimentar e 6,289 bilhões da Viavarejo.

As vendas brutas do grupo pelo conceito mesmas lojas – em operação há pelo menos 12 meses – cresceram 9,6% no primeiro trimestre, sendo que a Viavarejo contribuiu com aumento de 10% e a área alimentar, com alta de 9,3%.

A Nova Pontocom, que reúne as operações de comércio eletrônico do grupo, cresceu 15,3% no trimestre, incluindo o atacado. Segundo a companhia, os sites registraram alta de 21,2% nas vendas m relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Investimentos – Ao longo de 2012, o Grupo Pão de Açúcar pretende investir 1,966 bilhão de reais, segundo informou em documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor é 24,3% superior na comparação com o desembolsado em 2011 e deve ser utilizado principalmente na abertura e reforma de lojas, compra de terrenos e infraestrutura logística e tecnológica.

Neste ano, o grupo deve concentrar energias na expansão orgânica de lojas, diferentemente do que aconteceu no ano passado em que priorizou a conversão de unidades. Em 2011, a varejista converteu as lojas Compre Bem e Sendas para a bandeira Extra e redesenhou as unidades Assai, além de ter convertido as unidades Extra Fácil para a marca Minimercado Extra.

Agora, o plano é abrir cerca de 420 lojas até 2014, a maioria deve vir sob a bandeira Extra Fácil e ser de pequeno formato. A integração de Casas Bahia ao grupo também está prevista para ser concluída este ano. O plano de investimentos deve ser votado em assembleia geral no dia 27 deste mês.

Leia mais:

Pão de Açúcar emitirá R$ 1,2 bilhão em debêntures