Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PANORAMA2-Bancos levam cautela a mercados, em dia de volume baixo

SÃO PAULO, 28 Mai (Reuters) – Expectativas de que o partido grego favorável ao pacote de resgate internacional vença as eleições no país trouxeram algum alívio aos mercados nesta segunda-feira, embora as bolsas europeias ainda tenham fechado em queda, anulando as altas vistas perto da abertura, com investidores ainda preocupados com a situação dos bancos da Espanha.

Os mercados também registram volume reduzido em função do feriado do “Memorial Day” nos Estados Unidos -que homenageia cidadãos norte-americanos mortos em combate- e de datas festivas em alguns países europeus.

No mercado doméstico, a Bovespa mostra recuperação, enquanto o dólar chegou a cair mais de 1 por cento ante o real, após o Banco Central intensificar sua atuação na semana passada.

O partido esquerdista Syriza, contrário ao pacote financeiro, e o conservador Nova Democracia estão virtualmente empatados em três pesquisas eleitorais divulgadas na sexta-feira à noite na Grécia. As eleições ocorrem do dia 17 de junho.

Uma fonte oficial do Fundo Helênico de Estabilização Financeira (HFSF, na sigla em inglês), também disse à Reuters que o fundo desembolsou 18 bilhões de euros nesta segunda-feira para os quatro maiores bancos gregos como parte de um plano de recapitalização.

Além da Grécia, os investidores também seguem atentos à situação da Espanha. No entanto, o Tesouro do país afirmou nesta segunda-feira que está em uma posição bastante forte para pagar os títulos de dívida que vencem em breve.

Uma fonte ainda disse à Reuters que o governo espanhol manteve o Banco Central Europeu (BCE) informado sobre seus planos de recapitalizar os bancos com títulos estatais, e que a instituição não apresentou nenhuma objeção.

Com isso, as bolsas na Europa fecharam em terreno negativo, anulando os ganhos obtidos perto da abertura. O FTSEurofirst , índice que reúne as principais ações europeias, caiu 0,1 por cento, para 984 pontos.

No mercado de divisas, o euro caía e era cotado a 1,2541 dólar, às 13h32 (horário de Brasília). Enquanto isso, o índice DXY, que mede o valor do dólar ante uma cesta com as principais divisas globais, cedia 0,23 por cento.

No cenário interno, o dólar recuava ainda mais ante o real e chegou a ter queda de 1 por cento, em meio à melhora do sentimento nos mercados internacionais e da cautela diante das últimas atuações do Banco Central. O volume, no entanto, era baixo, por conta do feriado nos EUA.

Na semana passada, o BC intensificou sua atuação, fazendo mais leilões de swap cambial tradicional, o que fez com que o dólar perdesse terreno por três sessões seguidas.

Os contratos de juros futuros, por sua vez, subiam ou seguiam próximos da estabilidade nesta segunda-feira, sofrendo um ajuste técnico com a proximidade da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que começa na quarta-feira.

O relatório Focus, divulgado nesta segunda-feira, mostrou que o mercado espera que a Selic seja reduzida em 0,50 ponto percentual, para 8,5 por cento ao ano.

Veja como estavam os principais mercados financeiros às 13h37 (Brasília) desta segunda-feira:

CÂMBIO

O dólar era cotado a 1,9795 real, em queda de 0,75 por cento frente ao fechamento anterior.

BOVESPA

O Ibovespa subia 1,82 por cento, para 55.453 pontos. O volume financeiro na bolsa era de 1,3 bilhão de reais.

ADRs BRASILEIROS

O índice dos principais ADRs brasileiros subia 1,52 por cento, a 26.702 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

O DI janeiro de 2014 estava em 8,530 por cento ao ano, ante 8,520 por cento no ajuste anterior.

EURO

A moeda comum europeia era cotada a 1,2532 dólar, ante 1,2515 dólar no fechamento anterior nas operações norte-americanas.

GLOBAL 40

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 129,500 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 1,545 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS

O risco Brasil seguia estável, aos 229 pontos-básicos. O EMBI também ficava estável, aos 389 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

Os índices norte-americanos não funcionam nesta segunda-feira em função de feriado.

PETRÓLEO

Na Nymex, o contrato de petróleo mais curto registrava alta de 0,31 dólar, ou 0,34 por cento, a 91,17 dólares por barril.

TREASURIES DE 10 ANOS

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, seguia estáveis, oferecendo rendimento de 1,7465 por cento, frente a 1,747 por cento no fechamento anterior.

(PANORAMA1, PANORAMA2 e PANORAMA3 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código ).(Reportagem de Danielle Fonseca; Edição de Frederico Rosas)