Clique e assine com até 92% de desconto

PANORAMA1-Relatório de Inflação do BC ocupa foco

Por Da Redação 22 dez 2011, 06h55

SÃO PAULO, 22 Dez (Reuters) – O Relatório Trimestral de Inflação do Banco Central deve concentrar as atenções no mercado brasileiro logo cedo nesta quinta-feira.

Além de trazer as projeções mais recentes de preços para o fechamento de 2011 e do próximo ano, também incluirá a revisão da estimativa para o PIB deste ano e o prognóstico sobre o ritmo da economia para 2012. No final da manhã, o diretor de Política Econômica do BC, Carlos Hamilton, comentará as informações.

O documento, contudo, não deve ser suficiente para desviar o foco do ambiente internacional, onde o quadro ainda era indefinido neste início de jornada, sem grandes novidades até o momento.

As bolsas na Europa e o euro mostravam recuperação, corrigindo perdas da véspera, mas pregões importantes na Ásia fecharam em baixa e Wall Street terá uma agenda intensa para digerir nas próximas horas, o que pode gerar ainda volatilidade nas operações.

Às 7h25, o índice europeu FTSEurofirst 300 subia 0,88 por cento e o futuro do norte-americano S&P 500avançava 0,3 por cento – 3,70 pontos.

A revisão final do PIB, dados de confiança do consumidor, atividade e mercado de trabalho contemplam a agenda nos Estados Unidos, bem como agentes devem seguir monitorando os desdobramentos em torno do impasse no Congresso sobre corte de impostos na folha de pagamento.

O MSCI para ações globais ganhava 0,26 por cento e para emergentes oscilava ao redor da estabilidade. O MSCI de ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, por sua vez, verificava declínio de 0,24 por cento. Em Tóquio, o Nikkeifechou em queda de 0,77 por cento. O índice da bolsa de Xangai terminou com decréscimo de 0,22 por cento.

Veja a agenda com os principais indicadores desta quinta-feira. [ID: nL1E7NM0C9]

Veja como ficaram os principais mercados na quarta-feira:

CÂMBIO

O dólar fechou a 1,8591 real, em alta de 0,72 por cento frente ao fechamento anterior.

BOVESPA

O Ibovespa caiu 0,37 por cento, para 56.653 pontos. O volume financeiro na bolsa era de 4,94 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS

O índice dos principais ADRs brasileiros subiu 0,32 por cento, a 29.014 pontos.

Continua após a publicidade

JUROS <0#2DIJ:>

No call das 16h, o DI janeiro de 2013 caía a 9,830 por cento ao ano ante 9,880 por cento no ajuste anterior.

EURO

A moeda comum europeia era cotada a 1,3042 dólar, ante 1,3079 dólar no fechamento anterior.

GLOBAL 40

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía para 131,813 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 1,908 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS

O risco Brasil caía 9 pontos, para 214 pontos-básicos. O EMBI+ cedia 9 pontos, a 368 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones subiu 0,03 por cento, a 12.107 pontos, o S&P 500 teve alta de 0,19 por cento, a 1.243 pontos, e o Nasdaq registrou variação negativa de 0,99 por cento, aos 2.577 pontos.

PETRÓLEO

Na Nymex, o contrato de petróleo mais curto subia 1,43 dólar, ou 1,47 por cento, a 98,67 dólares por barril.

TREASURIES DE 10 ANOS

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía, oferecendo rendimento de 1,9755 por cento ante 1,927 por cento no fechamento anterior.

(PANORAMA1, PANORAMA2 e PANORAMA3 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código )(Reportagem de Paula Laier; Edição de Silvio Cascione)

Continua após a publicidade
Publicidade