Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

PANORAMA1-Mercado aguarda leilão da França e bolsas caem

Por Da Redação 5 jan 2012, 07h49

SÃO PAULO, 5 Jan (Reuters) – O apetite por risco ainda se mostrava moderado nesta quinta-feira, com os mercados globais operando no vermelho. Os participantes do mercado esperavam o resultado de um leilão de dívida soberana da França, que deverá ser divulgado em torno das 8h.

Apesar da ameaça de a França ter o rating rebaixado pela Standard & Poor’s, esse leilão ainda não traz tanta apreensão como os da Itália e da Espanha, que serão realizados semana que vem. A França programa emissão de dívida de longo prazo com um leilão de 7 a 8 bilhões de euros em 10 a 30 anos.

Às 8h42 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 caía 0,74 por cento, enquanto o futuro do norte-americano S&P 500 perdia 0,68 por cento. O MSCI para ações globais cedia 0,48 por cento e para emergentes, 0,30 por cento. O MSCI da região Ásia-Pacífico com exceção do Japãoverificava declínio de 0,54 por cento. Em Tóquio, o Nikkeiencerrou em baixa de 0,83 por cento. O índice da bolsa de Xangai apurou variação negativa de 0,48 por cento no fechamento.

Entre as moedas, o euro perdia 0,76 por cento e era cotado a 1,2843 dólar, abaixo da mínima de 2011 registrada em dezembro. O índice de dólar DXY subia 0,52 por cento. Em relação à moeda japonesa, o dólar era negociado a 76,80 ienes. Nesse cenário, o petróleo do tipo Brent caía 0,34 por cento, a 113,31 dólares, em Londres, enquanto o barril transacionado nas operações eletrônicas em Nova Yorkrecuava 0,30 por cento, a 113,36 dólares.

No Brasil, o principal dado a ser acompanhado é a produção industrial brasileira em novembro, divulgada pelo IBGE às 9h.

Veja a variação dos principais mercados na segunda-feira:

CÂMBIO

O dólar terminou a 1,708 real, em queda de 0,41 por cento frente ao fechamento anterior.

BOVESPA

O Ibovespa recuou 1,06 por cento, para 67.263 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 10,62 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS

O índice dos principais ADRs brasileiros tinha alta de 0,56 por cento, a 30.434 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Continua após a publicidade

Às 16h27, o DI para janeiro de 2013 indicava 10,130 por cento ao ano, frente a 10,040 por cento no ajuste anterior.

EURO

A moeda comum europeia era cotada a 1,2843 dólar, ante 1,2942 dólar no fechamento anterior nas operações norte-americanas.

GLOBAL 40

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía a 132,313 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 1,712 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS

O risco Brasil cedia 1 ponto, para 217 pontos-básicos. O EMBI+ recuava 1 ponto, a 372 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,17 por cento, a 12.418 pontos; o S&P 500 subiu 0,02 por cento, a 1.277 pontos, e o Nasdaq teve desvalorização de 0,01 por cento, a 2.648 pontos.

PETRÓLEO

Na Nymex, o contrato de petróleo de vencimento mais próximo subiu 0,79 dólar, ou 0,9 por cento, a 88,81 dólares por barril.

TREASURIES DE 10 ANOS

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, oferecia rendimento de 1,9718 por cento ante 1,9840 por cento no fechamento anterior.

(PANORAMA1, PANORAMA2 e PANORAMA3 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código )

Continua após a publicidade
Publicidade