Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PANORAMA1-Grécia segue no foco; IPCA-15 e emprego ocupam pauta local

SÃO PAULO, 17 Fev (Reuters) – A aposta de que a Grécia assinará na segunda-feira um acordo para garantir novo resgate financeiro e, assim, evitar um default desordenado, sustentava os principais índices acionários globais no azul nesta sexta-feira. A melhora nos ânimos dos investidores era amparada em declarações de autoridades da zona do euro de que os últimos retoques estão sendo feitos no pacote de ajuda.

“Nós estamos quase lá”, disse uma autoridade da zona do euro. “A menos que alguém realmente apareça com uma ideia para minar todo o negócio, que deverá ser aprovado na segunda-feira”, ponderou.

Mas o “quase lá” abria espaço para alguma cautela no mercado de moedas, com o euro negociado a 1,3136 dólar, praticamente estável. Tal movimento acabava influenciando a variação positiva de 0,03 por cento do índice DXY, que mede o valor do dólar ante uma cesta com as principais divisas globais.

Às 7h30, o MSCI para ações globais ganhava 0,58 por cento e para emergentes, 1,08 por cento. O índice europeu FTSEurofirst 300 subia 0,49 por cento. O futuro do norte-americano S&P 500, por sua vez, recuava 0,04 por cento – 0,50 ponto – após ganhos mais fortes na véspera.

O MSCI de ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japãoverificava acréscimo de 1,08 por cento. Em Tóquio, o Nikkei fechou em alta de 1,58 por cento, enquanto o dólar subia 0,11 por cento, a 79,02 ienes. O índice da bolsa de Xangai terminou praticamente estável.

No caso das commodities, o petróleo do tipo Brentaumentava 0,21 por cento em Londres, a 120,36 dólares, enquanto o barril negociado nas operações eletrônicas em Nova Yorksubia 0,32 por cento, a 102,64 dólares.

A pauta brasileira volta os holofotes para números de inflação e emprego, com a cena corporativa como pano de fundo em plena safra de balanços. Agentes devem repercutir nesta sessão resultados conhecidos após o fechamento da quinta-feira, como o do Pão de Açucar. [ID: nL2E8DGEUQ]

A véspera do fim de semana prolongado pelo feriado de Carnaval pode justificar alguma cautela, particularmente com as expectativas acerca de decisões sobre a Grécia na segunda-feira, quando os mercados locais estarão fechados.

Veja a agenda com os principais indicadores desta sexta-feira [ID: nL2E8DH0UM]

Veja como ficaram os principais mercados financeiros na quinta-feira:

CÂMBIO

O dólar fechou a 1,7189 real, em queda de 0,25 por cento frente ao fechamento anterior.

BOVESPA

O Ibovespa subiu 1,18 por cento, para 66.141 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 8,39 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS

Às 18h47 (horário de Brasília), o índice dos principais ADRs brasileiros subia 2,04 por cento, a 34.107 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

No call das 16h, o DI janeiro de 2013 estava em 9,220 por cento ao ano, ante 9,270 por cento no ajuste anterior.

EURO

A moeda comum europeia era cotada a 1,3145 dólar, ante 1,3070 dólar no fechamento anterior nas operações norte-americanas.

GLOBAL 40

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, estava estável em 133,063 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 1,273 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS

O risco Brasil caía 4 pontos, para 201 pontos-básicos. O EMBI+ cedia 6 pontos, a 335 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones subia 0,97 por cento, a 12.904 pontos, o S&P 500 tinha alta de 1,12 por cento, a 1.358 pontos, e o Nasdaq ganhava 1,53 por cento, aos 2.960 pontos.

PETRÓLEO

Na Nymex, o contrato de petróleo mais curto fechou em alta de 0,51 dólar, ou 0,50 por cento, a 102,31 dólares por barril.

TREASURIES DE 10 ANOS

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía, oferecendo rendimento de 1,9861 por cento, frente a 1,933 por cento no fechamento anterior.

(PANORAMA1, PANORAMA2 e PANORAMA3 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código )(Por Paula Laier; Edição de Vivian Pereira)