Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PANORAMA1-Ata do Copom repete “parcimônia”; mercados têm queda

SÃO PAULO, 8 Jun (Reuters) – As bolsas europeias e o euro recuavam nesta sexta-feira uma vez que as esperanças de mais afrouxamentos monetários globais enfraqueceram apesar da perspectiva de um crescimento econômico mais lento na Alemanha e na China.

No Brasil, a ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) mostrou que o Banco Central manteve o discurso de que qualquer flexibilização monetária adicional deve ser conduzida com “parcimônia.”

As atenções do mercado brasileiro voltam-se nesta sexta-feira para divulgação da ata, com analistas buscando uma sinalização dos próximos passos em relação à Selic, que foi reduzida de 9 por cento para 8,50 por cento na semana passada.

Apesar de ser feriado no Brasil, a quinta-feira foi bastante intensa no cenário internacional, com corte de juros surpresa na China, rebaixamento da dívida da Espanha para ‘BBB’ pela Fitch e com discurso do presidente do Federal Reserve (banco central) dos Estados Unidos, Ben Bernanke.

A falta de um sinal de Bernanke sobre mais estímulos à economia dos EUA ofuscou o que havia sido uma reação positiva nos mercados financeiros mundiais à redução da taxa de juros da China.

Em vez disso, os mercados se preocupavam com a situação da zona do euro e em particular como a Espanha poderá resolver a crise em muitos de seus bancos provocada pela recessão e pelos problemas no mercado imobiliário, além da possibilidade de a Grécia deixar a zona do euro.

Quatro autoridades da UE disseram à Reuters que ministros das Finanças dos 17 países da região da moeda única realizarão uma conferência no sábado para discutir um pedido espanhol de pacote de ajuda, embora nenhum número tenha sido ainda determinado.

Por volta das 9h20, o índice europeu FTSEurofirst 300caía 0,68 por cento. O futuro do norte-americano S&P 500 subia 0,09 por cento. O MSCI para ações globaisapurava decréscimo de 0,72 por cento e para emergentes, queda de 1 por cento.O MSCI de ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japãoperdia 1,23 por cento. Em Tóquio, o Nikkeifechou em baixa de 2,09 por cento, enquanto o índice da bolsa de Xangai teve variação negativa de 0,51 por cento.

Entre as moedas, o euro era cotado a 1,2457 dólar, ante 1,2560 dólar na quinta-feira. O índice DXY, que mede o valor do dólar ante uma cesta com as principais divisas globais, subia 0,89 por cento.

No caso das commodities, o petróleo do tipo Brentcaía 2,30 por cento em Londres, a 97,65 dólares, enquanto o barril negociado nas operações eletrônicas em Nova Yorkperdia 2,86 por cento, a 82,42 dólares.

Veja a agenda com os principais indicadores desta sexta-feira.

CÂMBIOO mercado esteve fechado na quinta-feira devido ao feriado no Brasil.

BOVESPAO mercado esteve fechado na quinta-feira devido ao feriado no Brasil.

ADRs BRASILEIROSO índice dos principais ADRs brasileiros subiu na quinta-feira 0,86 por cento, a 27.070 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>O mercado esteve fechado na quinta-feira devido ao feriado no Brasil.

EUROA moeda comum europeia fechou na quinta-feira a 1,2560 dólar.

GLOBAL 40O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, fechou a 128,875 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 1,643 por cento ao ano.

RISCO-PAÍSO risco Brasil subiu 1 ponto, para 222 pontos-básicos. O EMBI+ cedeu 4 pontos, a 386 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUAO índice Dow Jones subiu 0,37 por cento, e fechou a 12.460 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,01 por cento, e terminou en 1.314 pontos.O índice tecnológico Nasdaq Composite perdeu 0,48 por cento, e fechou a 2.831 pontos.

PETRÓLEONa Nymex, o contrato de petróleo mais curto fechou cotado a 84,82 dólares por barril.

TREASURIES DE 10 ANOSO preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, ofereceu rendimento de 1,644 por cento, frente a 1,6609 por cento no fechamento anterior.

(PANORAMA1, PANORAMA2 e PANORAMA3 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código ).(Por Paulo Bastos e Camila Moreira; Edição de Patrícia Duarte)