Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

‘País vai plantar mais do que colher em 2013’, diz Dilma

Em viagem ao Piauí, presidente reconhece que o ano não será pujante como o esperado pelo governo

Por Da Redação 18 jan 2013, 18h48

Em visita à cidade piauiense de São Julião nesta sexta-feira, a presidente Dilma Rousseff retomou o discurso de tom ufanista sobre “crescimento econômico” e “desenvolvimento do país, dizendo que o Brasil terá um “crescimento sério”. Contudo, a presidente reconheceu que o ano ficará longe da pujança esperada pelo governo, Dilma afirmou que o Brasil colherá muitos resultados do que já foi feito, mas ainda será “um ano em que vamos plantar mais do que colher”, disse a presidente, segundo a Agência Brasil. Trata-se do primeiro evento público em que ela participa desde a volta do recesso, no início da semana passada.

A presidente reafirmou suas expectativas no crescimento do país. “Queremos crescer, mas garantindo que não só a economia que cresça, (sic) as obras, os edifícios. Nós queremos que o povo brasileiro cresça, que o emprego cresça e, sobretudo, é um compromisso muito forte do meu governo que a educação de qualidade cresça no nosso país”, disse a presidente.

Dilma ressaltou o fortalecimento do mercado interno e o aumento do consumo no país, mas disse que o Brasil só será uma grande nação quando tiver a educação e a produção de conhecimento como seu maior patrimônio. “É importante a casa, o carro, mas, sobretudo, aquele patrimônio que você carrega, e isso quem dá é a educação”, disse Dilma.

Apagão – No dia da visita da presidente, a capital do estado, Teresina, e mais 32 cidades sofreram um apagão de trinta minutos. Segundo informações da Eletrobras Piauí, a falha foi resultado de um princípio de incêndio na manhã desta sexta-feira, em um transformador de corrente na Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). O desligamento atingiu 394 mil consumidores.

A presidente visitou o Piauí para participar da entrega de 400 apartamentos construídos com recursos do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, no Condomínio Bem Viver. Na manhã desta sexta-feira, Dilma visitou obras do sistema adutor da barragem de Piaus. O empreendimento faz parte da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Até o início de março, Dilma deve visitar ao menos seis estados do Nordeste para tentar recuperar o prestígio do PT na região e tentar driblar o desgaste político provocado pela paralisação nos canteiros de obras PAC.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês