Clique e assine a partir de 8,90/mês

Pagamento de bônus da área de Libra é adiado pela ANP

Agência transferiu o pagamento de R$ 15 bilhões para o dia 27 de novembro e antecipou a assinatura do contrato de 10 a 17 de dezembro para o dia 2 do mesmo mês

Por Da Redação - 19 nov 2013, 15h28

A Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustível (ANP) alterou para o próximo dia 27 a data de pagamento do bônus de assinatura do contrato referente ao leilão da área de Libra, no valor de 15 bilhões de reais. Inicialmente, a agência havia definido esta terça-feira, 19, como limite para o consórcio vencedor, formado por Petrobras (40%), Total (20%), Shell (20%), CNPC (10%) e CNOOC (10%) depositar o bônus. O novo calendário foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) na última quinta-feira.

O adiamento do cronograma geral de Libra beneficia diretamente as empresas chinesas, que precisam constituir subsidiárias brasileiras para efetuar a assinatura do contrato. No dia do leilão, 21 de outubro, as chinesas não possuíam inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

Leia também:

Chefe da ANP receberá salário de estatal do pré-sal

Reserva de Franco pode ser maior que a de Libra, diz ANP

Se pré-sal vingar, Brasil deve se tornar grande exportador, diz AIE

De acordo com o novo calendário, vence nesta terça-feira o prazo para o consórcio vencedor apresentar as documentações exigidas no edital, assim como os documentos referentes à regularização e à qualificação das empresas componentes do consórcio. Até a próxima sexta-feira, o consórcio deve apresentar à ANP as garantias do Programa Exploratório Mínimo (PEM) e a garantia de performance. Antes, o prazo era 5 de dezembro.

Na próxima segunda-feira vence o prazo para a entrega da documentação relativa à qualificação financeira do consórcio e das empresas componentes. A data de assinatura do contrato de concessão também foi alterada, mas com antecipação de prazo. Prevista inicialmente para ser feita entre os dias 10 e 17 de dezembro, a assinatura foi marcada para o dia 2. Segundo a ANP, a alteração foi feita para que as datas de pagamento e assinatura ficassem mais próximas.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade