Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PAC das Concessões deve aliviar gargalos no Rio

Empresários fluminenses apoiam medidas anunciadas por Dilma Rousseff, mas cobram urgência na modernização de rodovias próximas da capital

O pacote de concessões anunciado nesta quarta-feira pelo governo federal representa, para empresários do Rio de Janeiro, a oportunidade de aliviar gargalos logísticos do estado. A avaliação do Sistema Firjan é de que as obras de duplicação da BR040, entre Juiz de Fora (MG) e Brasília, e da BR116, em Minas, podem ampliar a área de influência dos portos fluminenses. O conjunto de intervenções anunciado pela presidente Dilma Rousseff também inclui a duplicação de um trecho da BR101 na Bahia, o que desafoga a rota rodoviária em direção ao Espírito Santo.

Apesar da avaliação positiva sobre o pacote anunciado nesta quarta-feira – que amplia o regime de concessões e prevê investimentos de 133 bilhões de reais em rodovias e ferrovias nos próximos 30 anos – o empresariado fluminense reivindica soluções urgentes para dois outros gargalos próximos da capital: a nova pista da BR 116, na Serra das Araras, e o trecho até Petrópolis da BR040, ambas pistas com grande movimentação de carga e limitadas pela infraestrutura e dimensões de meados do século passado.

O estado também deve se beneficiar com obras previstas para o estado de São Paulo. O Ferroanel, com obras em dois trechos – de Nova Iguaçu (RJ) a Vitória (ES) e entre Campos dos Goytacazes (RJ) e Uruaçu (GO) -, vai se conectar ao ramal da linha férrea que chegará a Lucas do Rio Verde (MT). O resultado desse conjunto de intervenções será a criação de dois corredores ligando o Rio de Janeiro ao Centro-Oeste, passando pelas zonas industriais e agrícolas de São Paulo, pelo Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais e o polo agropecuário dos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Leia também:

Presidente da CSN pede pressa nas privatizações

Com PAC das Concessões, Dilma retoma privatizações