Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ouro sobe com payroll nos EUA e fim de greve na Índia

Por Da Redação - 9 abr 2012, 16h55

Por Ricardo Gozzi

Nova York – Os contratos futuros de ouro fecharam em alta nesta segunda-feira na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), com o relatório mensal de emprego dos Estados Unidos.

O resultado aquém do esperado no payroll de março aumentou a expectativa dos investidores em relação à probabilidade de manutenção da política acomodatícia do Federal Reserve norte-americano. Muitos investidores compram ouro como hedge para eventuais depreciações que medidas de estímulo à economia dos EUA possam causar ao dólar.

Os investidores no mercado de ouro também ficaram animados com o fim de uma greve de joalheiros e ourives na Índia, depois de o governo do país ter dado garantias de que reavaliaria a imposição de um novo imposto sobre as importações e as vendas de ouro. A Índia é o maior importador mundial do metal precioso.

Publicidade

Na Comex, o ouro para entrega em junho subiu US$ 13,80 (0,85%), encerrando em US$ 1.643,90 por onça-troy. As informações são da Dow Jones.

Publicidade