Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ouro fecha em alta em NY puxado por fraqueza do dólar

Por Da Redação - 3 jan 2012, 16h44

Por Gustavo Nicoletta

Nova York – O ouro subiu no mercado futuro, impulsionado por investidores que voltaram a comprar o metal por acreditarem que os preços estão baixos e também pela fraqueza do dólar, que torna a commodity mais barata para os detentores de outras divisas.

O contrato do ouro para fevereiro negociado na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), subiu US$ 33,70, ou 2,15%, e fechou a US$ 1600,50 por onça-troy na primeira sessão deste ano. Ontem a Comex não abriu por causa de um feriado. “Estamos de volta aos US$ 1.600 e não há muitos vendedores”, disse George Gero, vice-presidente da RBC Capital Markets. “Parece que o otimismo com o euro está ressuscitando agora que ele voltou a ficar acima de US$ 1,30”, acrescentou.

No mercado de câmbio, o euro subia para US$ 1,3060 por volta das 17h35 (de Brasília), de US$ 1,2935 ontem, enquanto o dólar recuava para 76,71 ienes, de 76,89 ienes na segunda-feira.

Publicidade

Nos últimos meses, o ouro perdeu brilho porque os investidores, preocupados com a possibilidade de uma crise de aperto no crédito, decidiram vender o metal para levantar dinheiro, um ativo de maior liquidez. Em setembro, o metal atingiu um preço recorde, superior a US$ 1.900,00 por onça-troy. Nos meses seguintes, os preços caíram, mas ainda assim o ouro conseguiu acumular alta de 10% em 2011. “Os investidores estão começando a achar que a pressão das vendas diminuiu”, disse Gero. As informações são da Dow Jones.

Publicidade