Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

OSX põe em dúvida pagamento de dívida

Empresa de Eike Batista pode não pagar os juros sobre os 500 milhões de dólares em bônus

A OSX Brasil, empresa de construção naval do Grupo EBX, que pediu recuperação judicial, informou nesta sexta-feira que não deve conseguir pagar juros, devidos em 20 de dezembro, sobre 500 milhões de dólares em bônus.

A empresa de Eike Batista enviou uma carta à Norsk Tillitsmann, representante norueguesa dos detentores de bônus. Os títulos foram emitidos pela OSX3 Leasing BV em 2012. Em setembro, a OSX conseguiu pagar 11,6 milhões de dólares em juros a seus credores. Na carta enviada aos credores, a companhia disse que pretende continuar as negociações visando encontrar uma solução para o problema do pagamento de bônus.

Em 30 de junho, a OSX tinha aproximadamente 2,3 bilhões de dólares em dívida. O processo de recuperação judicial da empresa inclui a holding principal e duas subsidiárias, uma da área de construção naval e outra de serviços operacionais.

Recuperação – O pedido de recuperação judicial era aguardado desde que a petroleira OGX tomou este caminho. Com dívida de 11,2 bilhões de reais, a companhia de óleo e gás também teve de recorrer à proteção da Justiça para conseguir arcar com seus compromissos com credores. Como a OGX é a principal cliente da OSX, a derrocada da segunda era apenas questão de tempo.

Segundo reportagem do jornal O Globo, a OSX vinha adiando a data para dar início ao processo porque aguardava o fim das negociações com credores internacionais. A ideia da empresa, de acordo com o texto, era saldar as dívidas com investidores externos antes, o que facilitaria a aceitação do pedido de recuperação judicial pela Justiça.

Leia também:

OSX entra com pedido de recuperação judicial

OSX demite presidente e aprova pedido de recuperação judicial

BNDES, Caixa e Itaú são os maiores credores da OSX

(com Estadão Conteúdo)