Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Operador do banco suíço UBS é acusado por fraude

Por Gabriel Bueno

Londres – A polícia londrina informou hoje que acusou o operador de mercado do banco suíço UBS Kwaku Adoboli por fraude ao abusar de sua posição e informar falsamente sobre suas ações. Em breve comunicado, a polícia informou que Adoboli, de 31 anos, segue detido e deve comparecer a um tribunal da capital britânica na tarde de hoje.

A polícia ampliou o período de tempo que Adoboli pode ficar detido, enquanto são investigadas as perdas de US$ 2 bilhões do banco, informou o Wall Street Journal. Adoboli foi detido na madrugada de ontem. Além das primeiras 24 horas que ele podia ficar preso como suspeito, a polícia obteve mais 12 horas para interrogá-lo. O período de 36 horas deve ser revisto hoje. Ele pode ser libertado diretamente, liberado após pagar fiança ou um juiz pode determinar que ele deve ficar mais tempo detido.

A prisão de Adoboli ocorreu após o UBS informar sobre operações não autorizadas que geraram perdas de até US$ 2 bilhões. O anúncio gerou dúvidas sobre a capacidade de um dos maiores bancos do mundo gerenciar riscos e dos reguladores globais de monitorá-los. As informações são da Dow Jones.