Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

ONU propõe imposto a multimilionários para financiar ajuda ao desenvolvimento

Por Yuri Cortez
5 jul 2012, 17h20

A Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (Unctad) propõe a criação de impostos para multimilionários, com o objetivo de destinar estes recursos aos países em desenvolvimento, segundo seu último relatório anual sobre a situação econômica e social.

Este “imposto sobre os milionários”, que será aplicado sob a forma de uma taxa anual, faz parte de uma série de medidas promovidas pela agência da ONU, incluindo um imposto sobre as transações financeiras e outro sobre as emissões de CO2, que podem chegar a mais de 400 bilhões de dólares por ano, segundo a instituição.

Segundo o relatório, é vital encontrar novas fontes de financiamento, para ajudar os países pobres a melhorar suas infraestruturas ou seus sistemas de saúde, uma vez que os países ricos não cumpriram suas promessas de ajuda ao desenvolvimento.

A Unctad já havia se manifestado a favor da taxa Tobin sobre as transações financeiras.

Continua após a publicidade

Os autores do relatório estimam que, este ano, 1.226 pessoas possuam uma riqueza superior a 1 bilhão de dólares. Há 425 delas nos Estados Unidos, 315 na região Ásia-Pacífico, 310 na Europa, 90 no restante da América e 86 na África e no Oriente Médio. Juntas, elas representam uma fortuna estimada em 4,6 trilhões de dólares.

Os autores do relatório calculam que um imposto de 1% sobre as fortunas dos magnatas poderá gerar 46 bilhões de dólares em 2012, e sugerem que ele seria praticamente imperceptível para os envolvidos.

Segundo os autores, depois do imposto, cada milionário continuaria contando com 3,7 bilhões de dólares. “Gastando 1.000 dólares por dia, um milionário precisaria de mais de 10 mil anos para acabar com sua fortuna”, assinala o texto.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.