Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Oi aumenta proteção contra calotes e tem prejuízo de R$ 1 bi no terceiro trimestre

Desempenho da empresa de telefonia entre julho e setembro foi afetado pelo mau resultado de suas aplicações financeiras, que foi de quase 2 bilhões de reais negativos

Por Da Redação 12 nov 2015, 09h28

O grupo de telecomunicações Oi teve prejuízo líquido de 1,02 bilhão de reais no terceiro trimestre, com desempenho afetado pelo resultado financeiro negativo e o aumento da proteção contra calotes. No mesmo período de 2014, a empresa teve lucro líquido de 5 milhões de reais.

Entre julho e setembro, a Oi aumentou em 29,5%, para 181 milhões de reais, suas provisões para se proteger de calotes de clientes. As provisões para contingências também subiram. O aumento foi de 35,7%, para 186 milhões de reais.

A companhia apurou queda anual de 3,6% na geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), para 2,17 bilhões de reais. Seu resultado financeiro, por sua vez, foi 1,97 bilhão de reais negativo no terceiro trimestre. No mesmo período do ano passado, ele também havia sido negativo, mas de 995 milhões de reais.

A dívida líquida da Oi somou 37,2 bilhões de reais no fim de setembro. O montante é 7,5% maior que o do segundo trimestre deste ano, mas 22% menor que o do mesmo período de 2014.

Leia também:

Brasil Pharma vende drogaria Mais Econômica por R$ 44 milhões

Diamante ‘Blue Moon’ é leiloado por US$ 48,4 milhões

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade