Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

OGX, de Eike, leva 13 blocos exploratórios na 11ª Rodada da ANP

Diretor presidente, Luiz Carneiro, disse que a empresa está 'extremamente orgulhosa' do resultado

A petrolífera OGX, empresa de Eike Batista, informou nesta quarta-feira ter conquistado participação em 13 blocos exploratórios na Margem Equatorial e na Bacia do Parnaíba durante a 11ª Rodada de Licitações, realizada na terça-feira, pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A empresa adquiriu direitos de concessão sobre 7 blocos exploratórios em águas profundas, 2 blocos em águas rasas na Margem Equatorial, e mais 4 blocos terrestres na Bacia do Parnaíba.

Em nota, o diretor presidente da OGX, Luiz Carneiro, comenta que a empresa “está extremamente orgulhosa com o resultado” e cita as parcerias com a ExxonMobil e com a Total, além da “oportunidade de trabalhar novamente com a Queiroz Galvão Exploração e Produção, uma importante e conceituada companhia do setor de óleo e gás brasileiro”.

O total dos bônus de assinatura nos blocos offshore alcança 448,205 milhões de reais, sendo a participação da OGX de 356,010 milhões de reais. Sozinha, a companhia arrematou os blocos onshore (terrestres), pagando 20 milhões de reais.

Leia também:

Leilão de campos de petróleo arrecada valor recorde de R$ 2,8 bi

OGX registra prejuízo no 1º trimestre e deve exigir aporte de Eike

Valor de mercado da OGX cai 62,79% neste ano, mostra consultoria

(com Estadão Conteúdo)