Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

OCDE reduz previsão de crescimento econômico este ano

Por Da Redação 8 set 2011, 09h53

Por Cynthia Decloedt

Londres – A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) cortou a projeção de crescimento econômico para este ano e alertou os bancos centrais para que intervenham diante de sinais de contínua desaceleração econômica ou recessão.

A OCDE espera que a Alemanha registre contração econômica anualizada de 1,4% no quarto trimestre, levando o Produto Interno Bruto (PIB) médio das três maiores economias da zona do euro (Alemanha, França e Itália) para uma queda de 0,4% no mesmo período. As projeções são preliminares.

“O crescimento será muito mais lento do que estimávamos três meses atrás e, diante da elevada incerteza, o risco de um período de expansão negativa aumentou”, afirmou o economista-chefe da OCDE, Pier Carlo Padoan.

Os Estados Unidos devem crescer 1,1% no terceiro trimestre e 0,4% no quarto trimestre, disse a OCDE, revisando em baixa sua previsão feita ao final de maio de crescimento de 2,9% no terceiro trimestre e de 3% no quarto trimestre.

Padoan disse que a OCDE não prevê uma recessão da magnitude de 2008 e 2009, mas recessões prolongadas em alguns países podem prejudicar a confiança, a qual pode desequilibrar o crescimento no médio prazo.

Padoan afirmou que o G-7 (grupo das sete maiores economias do mundo) é capaz de influenciar e pedir uma ação coordenada, ou pelo menos acelerada, para melhorar a confiança. A OCDE diz que o ônus de responder à desaceleração econômica está com os bancos centrais. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade