Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama se diz preocupado com produção global de petróleo

WASHINGTON, 6 Mar (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse na terça-feira que está preocupado com a produção mundial de petróleo, num momento em que gargalos nas refinarias dos EUA contribuem para uma alta no preço da gasolina.

Com o barril do petróleo sendo cotado a mais de cem dólares em Nova York, a oposição republicana diz que Obama deveria permitir mais prospecção de petróleo nos EUA, assunto que deve vir à tona na campanha para a eleição presidencial deste ano.

“Estamos preocupados com o que está acontecendo em termos de produção no mundo todo, não só do que está acontecendo no golfo (Pérsico)”, disse Obama em entrevista coletiva na Casa Branca.

Ele acrescentou que receia a escassez de oferta no Sudão do Sul e outros lugares.

Na semana passada, um relatório da Administração de Informação Energética dos EUA, abordando as sanções ao Irã, disse que a oferta de petróleo estava reduzida nos últimos meses por causa de problemas no Iêmen, na Síria e no mar do Norte.

Na terça-feira, a agência disse que a redução afeta ultimamente também vários países de fora da Opep, o que fez com que em fevereiro o mercado operasse com cerca de 1 milhão de barris a menos por dia.

A produção petrolífera dos EUA está crescendo pela primeira vez em muitos anos, com um “boom” na Dakota do Norte e outros Estados por causa de avanços nas tecnologias de perfuração.

Apesar disso, a gasolina tem aumentado cerca de 0,01 dólar por galão a cada dia no último mês, sendo vendida na terça-feira a 3,77 dólares por galão (de 3,785 litros cada).

“Quero que os preços da gasolina caiam porque prejudicam as famílias”, disse Obama. “Muita gente já está operando às margens atualmente.”

(Reportagem de Timothy Gardner e Matt Spetalnick)

REUTERS TR