Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

O slogan que há 70 anos faz da privatização da Petrobrás um tabu eleitoral

Durante Amarelas On Air, o economista Adriano Pires defendeu que o lema 'o petróleo é nosso' ainda está presente no Brasil

Por Ricardo Ferraz 29 jun 2022, 17h35

Atribui-se a Otacílio Rainho, um professor do Rio de Janeiro, a autoria da frase “O petróleo é nosso”, que na década de 50 resumia a polêmica em torno da exploração desse recurso natural no Brasil. Após a descoberta de poços na Bahia, iniciou-se uma discussão de nível nacional para definir quem teria o direito de retirar o óleo do subsolo. A Campanha do Petróleo terminou em 1953, com a vitória dos que defendiam o monopólio estatal. Surgia, assim, a Petrobras.

A companhia deixou de ter exclusividade na exploração do petróleo em 1997, quando passou a ser uma empresa de capital misto, com ações negociadas na bolsa. O governo, contudo, seguiu sendo o acionista majoritário, mantendo o controle da empresa. Até hoje, no entanto, a privatização da Petrobras é um tabu. Segundo pesquisa Ipespe, 49% dos eleitores são contrários a ideia dela ser administrada pela iniciativa privada. Apenas 38% são favoráveis. Isso faz com que os candidatos à presidência evitem o tema.

Para Adriano Pires, economista que chegou a ser convidado para assumir a presidência da Petrobras, isso ocorre porque o slogan de 70 anos atrás ainda se faz presente no Brasil. Em entrevista ao Amarelas On Air, Pires defendeu a privatização da companhia e disse que essa questão precisa ser melhor comunicada à população.

Veja o trecho em que Adriano Pires trata do assunto:

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)