Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

O apelo de Joe Biden às empresas para impulsionar o crescimento do país

Para reduzir gargalos logísticos, o presidente dos Estados Unidos pede aumento de jornada e comemora que principais portos do país funcionarão por 24 horas

Por Luisa Purchio Atualizado em 14 out 2021, 21h56 - Publicado em 14 out 2021, 13h16

Os gargalos logísticos continuam pressionando a inflação nos países, sendo um dos principais obstáculos para a recuperação das economias após os lockdowns da Covid-19. Para amenizar o problema, na quarta-feira, 14, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fez um apelo às empresas do país para que aumentem a sua capacidade de produção, mesmo que isso implique em aumento de custos em pagamento de horas extras aos funcionários.

Empresas como Walmart, UPS e FedEx se comprometeram em ampliar a jornada de algumas operações e os principais portos do país passarão a funcionar 24 horas por dia e sete dias por semana. É o caso do porto de Los Angeles e de Long Beach, na Califórnia, por onde são transportados cerca de 40% dos contêineres que circulam no país.

Em linha com a bandeira que o ajudou a se eleger, Biden fez um aceno aos trabalhadores do país e defendeu o aumento da fabricação de mercadorias localmente. “O fortalecimento da nossa cadeia de suprimentos continuará sendo o foco da minha equipe”, disse, complementando ainda que dará apoio federal caso seja necessário. “Dirigirei todas as ações apropriadas. Se o setor privado não agir, vamos chamá-los e pedir-lhes que ajam”, disse.

 

Continua após a publicidade
Publicidade