Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O 208 GTI Concept é a nova cara da Peugeot

Automóvel antecipa o estilo dos novos compactos da montadora francesa

Apresentado em Genebra, sob o impacto da parceria da Peugeot com a General Motors, o 208 GTI Concept revela as formas definitivas do novo compacto da marca francesa -previsto para ser lançado como modelo de série, no segundo semestre, na Europa, e em 2013 no Brasil.

Neste protótipo, o motor é idêntico ao dos esportivos da Peugeot – RCZ ou 308 GTi – o 1.6 litro, com 197 cavalos e câmbio manual com seis marchas. Por dentro, o acabamento tem volante de couro (e o diâmetro ligeiramente reduzido para melhorar a sensação de conduzir), alavanca do câmbio e pedais em alumínio e farois com LEDs como recomenda um carro com a sigla GTi no nome.

“O grande desafio do projeto 208 foi fazer um carro que conservasse o mito dos 206 e 207, mas ao mesmo tempo tivesse estilo próprio e representasse um passo adiante”, disse ao site de VEJA o francês Vincent Rambaud, diretor-geral da Peugeot. Para consumir menos combustível e ficar mais ágil, o compacto emagreceu 110 quilos na comparação com o modelo anterior, ficou 7 centímetros mais curto por fora (agora tem 3,96 metros de comprimento) e manteve o mesmo espaço interno, com 2,54 metros).

Motor – Na Europa, os 208 a gasolina, de entrada, terão um motor novo em folha, 1.2 com 3 cilindros e 82 cavalos encarregado de substituir a antiga versão 1.4, com a vantagem de beber menos. Haverá, ainda, um 1.0 com 68 cavalos, um 1.4 com 95 cavalos e duas versões 1.6, desenvolvidas em parceria com a BMW, com 120 e 156 cavalos, que aparece no protótipo GTi.

Haverá uma versão brasileira, mas isso não significará o fim do 207, que deverá permanecer como carro de entrada da Peugeot por aqui por mais algum tempo.

Leia também:

Leia também: Rambaud: “Primeiro carro Peugeot-GM sairá em 2016”