Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

NY fecha em alta; Dow Jones tem melhor semana do ano

Por Renato Martins

Nova York – O mercado norte-americano de ações fechou em alta, com o índice Dow Jones na máxima do dia e registrando sua quarta sessão consecutiva de alta. O ganho do Dow na semana é o maior desde dezembro do ano passado. Todos os dez setores que compõem o S&P-500 subiram.

Traders atribuíram a alta a rumores de que a Espanha poderá pedir ajuda financeira à União Europeia – talvez neste sábado, quando os ministros das Finanças dos países da zona do euro fazem uma teleconferência, apesar de o governo espanhol ter negado os informes.

“Nesta semana, e hoje (sexta-feira), as pessoas ficaram mais temerosas de perder algum acontecimento positivo que resolva os problemas da Europa do que dos problemas propriamente ditos”, disse Steve Sosnick, gestor de risco da Interactive Brokers. Para o estrategista Stephen Wood, da Russell Investments, “os problemas na Espanha continuam os mesmos, mas se houver uma reação significativa e coordenada da Europa, isso será um positivo que se poderá medir”. Ele ressalvou que os participantes do mercado mostraram cautela, por causa dos vários indicadores que a China deve divulgar no fim de semana. “Por causa da redução da taxa de juros pelo BC da China, os mercados estão intuindo que os indicadores chineses sairão fracos”, disse Woods.

As ações da McDonald’s recuaram 0,71%, em reação ao informe de vendas da empresa em maio. As do banco JPMorgan Chase subiram 2,65%. Ações consideradas defensivas também tiveram altas significativas, entre elas Wal Mart (+3,57%) e Coca-Cola (+1,29%).

O índice Dow Jones fechou em alta de 93,24 pontos (0,75%), em 12.554,20 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 27,40 pontos (0,97%), em 2.858,42 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 10,66 pontos (0,81%), em 1.325,65 pontos. O NYSE Composite fechou em alta de 33,94 pontos (0,45%), em 7.553,77 pontos. Na semana, o Dow acumulou uma alta de 3,59%, o Nasdaq, um avanço de 4,04% e o S&P-500, um ganho de 3,73%. As informações são da Dow Jones.