Clique e assine com até 92% de desconto

Núcleo do IPC-S recua, na esteira da economia, diz FGV

Por Da Redação 1 ago 2012, 14h48

Por Wladimir D’Andrade

São Paulo – O núcleo do Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) está em processo de desaceleração desde março e deve encerrar o ano em 5,20% no acumulado em 12 meses, afirmou nesta quarta-feira o coordenador do indicador, Paulo Picchetti. No mês de julho, o núcleo registrou alta de 0,22%, ante 0,32% observado no mês anterior. “O núcleo está desacelerando no acumulado de 12 meses, o que indica que a inflação está desacelerando como um todo”, afirmou, durante entrevista coletiva realizada na capital paulista.

Segundo o economista, a diminuição do ritmo do núcleo do IPC-S reflete o baixo desempenho da economia brasileira em 2012. “Para os próximos cinco meses, o núcleo acumulado em 12 meses deve variar perto da casa dos 5,20%, taxa com que deve encerrar o ano”, disse. O núcleo está em processo de desaceleração desde março deste ano, quando marcava 5,55% no acumulado em 12 meses.

O mesmo comportamento de baixa atinge o índice de difusão do IPC-S, que no mês ficou em 58,53%, o menor nível desde julho de 2011, quando marcou 55,98%. Em junho, o índice de difusão atingiu 59,12%. “Esse resultado é um bom sinal porque mostra que a alta de preços não é generalizada, mas concentrada no grupo Alimentação e no setor de serviços”, afirmou Picchetti.

Continua após a publicidade
Publicidade