Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novos iPhones chegam às lojas com parcelamentos de até 21 vezes

Operadoras de telefonia oferecem descontos e prazos maiores de pagamento que Apple, mas é preciso contratar plano pós-pago com dados

As vendas dos iPhones XR, XS e XS Max começaram nesta sexta-feira, 9, no Brasil. Os aparelhos podem ser encontrados no site da Apple, lojas oficiais, varejistas e operadoras de telefonia. A versão mais “parruda” do XS Max, o top de linha da marca, sai por 9.999 reais.

O consumidor que pretende comprar um novo iPhone no Brasil encontra condições bem diferentes em cada um dos vendedores. No site da Apple, por exemplo, o preço não tem desconto, exceto para pagamento à vista (10%), e o parcelamento é de no máximo 12 vezes.

O iPhone XS de 64 GB, por exemplo, sai por 7.999 reais no site da Apple. No site do Magazine Luiza, o mesmo aparelho é vendido por 7.299 reais e pode ser parcelado em 12 vezes.

 

As condições de venda costumam ser melhores nas operadoras de telefonia. Na Vivo, esse modelo sai por 5.999 reais para quem comprar uma nova linha e fizer um plano de dados de 169,99 reais por mês. O aparelho pode ser parcelado em 21 vezes.

Na loja da TIM, o iPhone XS de 64 GB custa 5.949 reais e pode ser parcelado em 12 vezes. Mas é preciso comprar o plano de dados de 139,99 reais por mês.

Quem escolher comprar em uma operadora de telefonia precisa ficar atento aos pacotes adicionais e comparar o que eles oferecem com o oferecido pela concorrência. Outro cuidado é com o prazo de carência. Normalmente, é necessário ficar ao menos 12 meses na mesma operadora – quem decide trocar antes tem que pagar multa.

Dias trabalhados

Os brasileiros são os que precisam trabalhar mais horas para comprar o novo iPhone topo de linha. O modelos XR, XS e XS Max começam a ser vendidos nesta sexta-feira no país.

Levantamento do Cuponation, portal de descontos, mostra que o brasileiro precisa trabalhar 1.800 horas para comprar o iPhone XS Max. O estudo leva em conta o valor do salário mínimo, equivalente a 5,40 reais por hora no país. Seriam necessários dez meses e meio de trabalho para quem ganha o salário mínimo de 954 reais,

Nos Estados Unidos, onde o mesmo iPhone sai por 5.430 reais e o valor do salário mínimo por hora é de 27,20 reais, seriam necessárias 200 horas para comprar o aparelho.

No Japão, são necessárias 210 horas de trabalho considerando que o aparelho custa o equivalente 5.520,92 reais e o salário mínimo é de 26,20 reais por hora.

Já o trabalhador de Hong Kong precisa de 580 horas de trabalho. Lá, o preço do aparelho corresponde a 6.005,18 reais e o salário mínimo é de 10,22 reais por hora.