Clique e assine com até 92% de desconto

Novo governo quer saber ‘a verdade sobre Petrobras’, diz Lorenzoni

Questionado sobre mudanças na política de preços da estatal, futuro ministro afirmou que novo governo ainda precisa se inteirar sobre a situação da empresa

Por Redação Atualizado em 29 out 2018, 13h19 - Publicado em 29 out 2018, 12h48

O futuro ministro da Casa Civil, o deputado federal Onyx Lorenzoni, disse nesta segunda-feira que o governo de Jair Bolsonaro precisa saber “toda a verdade sobre a Petrobras” antes de decidir qualquer mudança na política de preços dos combustíveis. Hoje, os preços da gasolina são atrelados ao dólar e às variações do mercado internacional.

“Quem sabe qual é a verdade sobre a Petrobras? Tenho dúvidas se o presidente [Michel] Temer sabe, porque a Petrobras passou por um período em que se transformou da sétima petroleira do mundo para a 28ª graças a roubalheira e utilização inadequada da empresa”, respondeu ele quando questionado se o governo Bolsonaro manteria a política de preços da estatal.

Segundo ele, o novo governo precisa se inteirar sobre a situação da estatal antes de tomar qualquer medida relacionada à política de preços

  • “Hoje, a população vive um drama em relação aos combustíveis. O cidadão paga a conta absurda dos equívocos do passado. Mas é razoável pedir que tenham paciência para que Bolsonaro possa conhecer a realidade da Petrobras”, afirmou ele.

    A política de preços da estatal, que permite que os reajustes sejam diários, recebeu severas críticas de vários setores da sociedade. Em setembro, a petroleira criou um mecanismo de proteção financeira (hedge) para controlar o preço da gasolina. Com isso, os reajustes, podem acontecer a cada 15 dias.

    Lorenzoni afirmou que a área econômica é que a terá mais atenção do governo neste primeiro momento. “Temos que lembrar que temos que receber todos os números reais de desempenho econômico do governo. Todos os compromissos de curtíssimo, médio e longo prazo continuam, o Brasil continua a andar. Essa transição é como trocar a roda com o carro andando.”

    Continua após a publicidade
    Publicidade