Clique e assine a partir de 9,90/mês

Nova safra de cana do CS pode crescer mais de 10%-Job Economia

Por Da Redação - 19 jan 2012, 15h37

SÃO PAULO, 19 Jan (Reuters) – A moagem de cana no centro-sul do Brasil poderá crescer mais de 10 por cento na nova safra (2012/13), na comparação com a atual, que caminha para o seu fim, previu a consultoria de etanol e açúcar Job Economia nesta quinta-feira.

Segundo o consultor, a safra poderá atingir entre 540 milhões a 560 milhões de toneladas, ante moagem de 492 milhões de toneladas da safra 2011/12, que está próxima de ser concluída.

A safra poderá apresentar uma melhora razoável na nova temporada, cuja colheita começa oficialmente em abril, ante o ciclo anterior afetado por uma combinação de má condição climática e por canaviais envelhecidos e menos produtivos, que carecem de renovação.

Se o teto da estimativa da Job for atingido, isso poderá levar a safra a recuperar o recorde registrado em 2010/11.

Continua após a publicidade

“Nós prevemos entre 540 milhões e 560 milhões, ajudado por um incremento de 8 por cento na área de cana, mas tudo dependerá do clima”, disse Júlio Maria Borges, presidente da Job.

“Poderá ser tão grande como em 2010. Existe o potencial para repetir o recorde de 2010”, disse Borges, referindo-se à estimativa de até 560 milhões de toneladas para esta temporada.

A estimativa da Job supera a projeção divulgada nesta quinta-feira pelo Macquarie Bank, que prevê uma safra de 520 milhões de toneladas.

A safra do centro-sul corresponde a 90 por cento da produção de cana do Brasil.

Continua após a publicidade

Na safra anterior, com clima adverso e baixa produtividade, a moagem de cana teve a primeira retração em mais de uma década na região.

(Reportagem de Luis Andres Henao)

Publicidade