Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova reunião sobre perdas da poupança ocorrerá dia 31

Terminou sem acordo a reunião entre representantes de poupadores e bancos para discutir a reposição das perdas ocasionadas à poupança pelos planos

Terminou sem acordo novamente a reunião de hoje entre representantes de poupadores e bancos para discutir a reposição das perdas ocasionadas à poupança pelos planos econômicos das décadas de 1980 e 1990. Um novo encontro ficou agendado para terça-feira da próxima semana (31).

O advogado da Frente Brasileira pelos Poupadores (Febrapo), Luiz Fernando Pereira, diz que ainda falta fechar os números. “Tivemos avanços, mas ainda sem acordo.”

A Advocacia Geral da União (AGU) vem intermediando as conversas entre representantes de poupadores a respeito de milhares de ações, individuais e coletivas, que há décadas tramitam em várias instâncias da Justiça. Essas ações reivindicam o pagamento das perdas referentes aos planos Cruzado, Bresser, Verão, Collor I e Collor II. As partes envolvidas na negociação têm evitado estimar um total para o acordo, porque o valor dependerá do desconto a ser aplicado. No início de setembro, falava-se em algo entre 8 bilhões de reais e 16 bilhões de reais.

Na última reunião, as partes discutiram sobre juros e critérios de correção dos montantes. A partir da definição desses itens é que se poderá determinar uma base de valor sobre a qual incidirá o desconto sobre os montantes envolvidos. Representantes dos poupadores haviam apresentado proposta de desconto de 15% a 20%.

(Com Estadão Conteúdo)