Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nobel de Economia de 2010 premia teoria sobre dificuldades no mercado de trabalho

Os escolhidos da Academia Sueca de Ciências foram os professores Peter Diamond, Dale T. Mortensen e Christopher Pissarides

O foco da pesquisa do trio é a adequação entre oferta e demanda no mercado de trabalho; e como as políticas econômicas podem auxiliar no combate ao desemprego

A Academia Sueca de Ciências anunciou nesta segunda-feira, em Estocolmo, a concessão do Prêmio Nobel de Economia de 2010 aos professores americanos Peter Diamond e Dale T. Mortensen e ao cipriota Christopher Pissarides. Os acadêmicos foram escolhidos por suas teorias sobre o efeito das políticas econômicas no combate ao desemprego – problema que, desde a eclosão da crise financeira internacional de 2008, tornou-se preocupante em muitos países desenvolvidos.

O foco da pesquisa do trio é a adequação entre oferta e demanda no mercado de trabalho. Entre outras teses defendidas, os pesquisadores mostram porque muitas pessoas permanecem desempregadas mesmo nos momentos em que há grande abertura de vagas. Diamond, Mortensen e Pissarides desenvolveram um modelo matemático, chamado de DPM Model, que, segundo a academia, ajudou “a compreender a forma como o desemprego, as ofertas disponíveis e os salários são afetados pelas políticas econômicas”.

O estudo dá contribuições para o aprimoramento do processo de “casar” o trabalho “certo” com o trabalhador “certo”, minimizando ineficiências. Em outras palavras, os pesquisadores, através de simulações matemáticas, tentam fazer com que o período de busca de emprego, por parte de quem está desempregado, e da busca da empresa pelo trabalhador mais qualificado, seja o mais breve e o menos custoso possível. Segundo a academia, os modelos dos agraciados com o Nobel de 2010 oferecem a estrutura para estudar como esse processo ocorre no mundo real.

Diamond, de 70 anos, leciona no Massachusetts Institute of Technology (MIT); Mortensen, 71 anos, é professor de economia no Northwestern University in Evanston, Illinois; e Pissarides, 62 anos, é professor na London School of Economics (LSE), no Reino Unido.

Em 2009, venceram o Nobel da Economia Oliver Williamson e Elinor Ostrom por suas investigações sobre sistemas de governança das empresas e sobre a gestão de recursos naturais.

Veja a lista dos vencedores dos últimos 10 anos

2010: Peter Diamond e Dale Mortensen (EUA), Christopher Pissarides (Chipre)

2009: Elinor Ostrom e Oliver Williamson (EUA)

2008: Paul Krugman (EUA)

2007: Leonid Hurwicz, Eric Maskin e Roger Myerson (EUA)

2006: Edmund S. Phelps (EUA)

2005: Thomas C. Schelling (EUA) e Robert J. Aumann (EUA-Israel)

2004: Finn Kydland (Noruega) e Edward Prescott (EUA)

2003: Robert F. Engle (EUA) e Clive W.J. Granger (GB)

2002: Daniel Kahneman (Israel-EUA) e Vernon L. Smith (EUA)

2001: George Akerlof (EUA), A. Michael Spence (EUA) e Joseph Stiglitz (EUA)