Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No mês da Black Friday, assinatura de VEJA tem até 69% de desconto

Pacotes incluem acesso ilimitado a leitura de reportagens e colunistas exclusivos, além do acervo completo dos cinquenta anos de história da publicação

Até o fim de novembro, os leitores poderão assinar VEJA com descontos que vão de 60% a 69%, em três opções de pacote. Por 9,55 reais mensais, o acesso é ilimitado em todo o site — o que inclui, além da cobertura jornalística completa, notas de bastidores do Radar, seção comandada pelo redator-chefe Mauricio Lima, e as colunas de Ricardo Noblat, Augusto Nunes, J.R. Guzzo, Vilma Gryzinski, Isabela Boscov, Sérgio Praça, entre outros.

A mesma modalidade de assinatura dá acesso também a todas as reportagens da edição semanal da revista e ao Acervo VEJA, com o conteúdo completo de cada uma das edições publicadas desde 1968. O assinante ainda pode assistir à programação de TVeja e resolver diariamente as nossas palavras cruzadas, nos níveis fácil, médio e difícil — simples de fazer no celular ou no computador.

Os colunistas Dora Kramer e Ricardo Noblat, e a redatora-chefe de VEJA Thaís Oyama durante transmissão de TVeja nas eleições de 2018 – 07/10/2018

Os colunistas Dora Kramer e Ricardo Noblat, e a redatora-chefe de VEJA Thaís Oyama durante transmissão de TVeja nas eleições de 2018 – 07/10/2018 (//VEJA)

Outra opção de assinatura adiciona ao pacote a versão digital da revista, que pode ser folheada em tablets e smartphones (12 parcelas de 46,80 reais, por um ano de assinatura e mais seis meses grátis).

Já a versão que inclui o recebimento semanal da revista impressa sai por 12 parcelas de 72,54 reais, por um ano e mais seis meses grátis.

VEJA também disponibiliza as principais matérias, notas de bastidores e análises por meio de seu serviço gratuito de newsletters. Quem se interessa por política pode receber as notícias mais urgentes diretamente pelo WhatsApp — é só salvar o número (11) 99829-3615 em sua lista de contatos do celular e enviar uma mensagem com seu nome. Se mudar de ideia, basta mandar a palavra “cancelamento” para o mesmo número.

1972, 1981, 1993: uma reportagem especial e duas capas dedicadas à fome; acervo de VEJA dá acesso a conteúdo completo de cinquenta anos da revista, com possibilidade de filtrar reportagens usando palavras-chave

1972, 1981, 1993: uma reportagem especial e duas capas dedicadas à fome; acervo de VEJA dá acesso a conteúdo completo de cinquenta anos da revista, com possibilidade de filtrar reportagens usando palavras-chave (//VEJA)

Numa época de fake news, o interesse pelo jornalismo sério e de qualidade cresce ano a ano. Em outubro, com a cobertura das eleições, o site de VEJA bateu o seu recorde de audiência. Foram 55,75 milhões de usuários únicos no período, de acordo com a medição do Google Analytics.

O recorde anterior, de setembro deste ano, foi de 35 milhões de usuários únicos, que superou a maior marca até então, de 30,2 milhões em abril.