Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Netflix se baseia em sites piratas para selecionar o conteúdo que disponibiliza

Vice-presidente da empresa confirma que a escolha dos programas é feita com base no maior número de download que eles possuem nos portais de compartilhamento de arquivos

O Netflix revelou que utiliza informações de sites “piratas” para determinar qual conteúdo vai disponibilizar em seu serviço de streaming. A escolha é baseada nas atrações com maior número de downloads nos portais de compartilhamento de arquivos.

Em entrevista ao site holandês Tweakers, no mesmo dia em que o sistema foi inaugurado naquele país, o vice-presidente da empresa, Kelly Merryman disse que “com relação à compra dos seriados, nós olhamos aquilo que tem mais popularidade nos sites piratas”.

Leia ainda: Netflix sofisticou conteúdo para conseguir crescer no Brasil

Sites como BitTorrent são valiosos para o Netflix ter a dimensão da popularidade de cada filme e atração, e utilizar essa estratégia para conquistar um público cada vez maior. As compras dos maiores sucessos do serviço foram feitas com base nessa ideia. Reed Hastings, CEO do Netflix, afirmou que o serviço de streaming que oferece “é muito mais fácil de se lidar do que o download por torrent”, afinal, basta clicar e assistir.

Quando o Netflix foi lançado, em 2010, o tráfego do BitTorret caiu cerca de 50%. Hoje, a companhia enfrenta problemas nas negociações com os produtores de conteúdo e competição com outros servidores de vídeos via streaming.